Codependência: O que é, como se livrar e muito mais

como se livrar da codependência

Públicado em: 15 de julho de 2020

Última Atualização em: 5 de dezembro de 2021

Procurando informações sobre codependência e como se livrar da codependência? Antes, é importante saber que a codependência é um problema emocional que foi descoberto entre os anos 70 e 80.

Naquela época, esse problema foi atribuído apenas aos dependentes químicos. No entanto, esse termo vale para qualquer tipo de dependência nos dias de hoje. Além disso, essa nomenclatura também vale para quem tem transtornos de personalidade.

Conteúdo que será abordado:

  • Qual o significado da codependência?
  • Codependência emocional: o que é codependência afetiva?
  • Quais são os principais sinais da codependência?
  • Quais são as principais causas da codependência emocional?
  • Mas dependência emocional tem cura?
  • Por que codependência nunca mais?
  • Mas o que é ser dependente emocional afetiva?
  • Mas o que é codependência química?
  • Por que a codependência afeta o relacionamento?
  • Como funciona a relação de codependência emocional?
  • O que é codependência familiar?
  • O que é codependência na psicologia?
  • Filmes sobre codependência
  • Quais os sintomas da codependência? Codependência causas
  • Codependência sintomas
  • Qual o tratamento para codependência?
  • Quem pode ser codependente?
  • Como tratar a codependência emocional?
  • Qual o teste para codependência emocional?
  • Quais livros sobre codependência?
  • Quais são os principais tipos de codependência?
  • Qual é a diferença entre codependência e dependência?
  • Como se livrar da codependência?
  • Quais são os motivos da codependencia?

Qual o significado da codependência?

Trata-se de um transtorno no qual o indivíduo codependente não consegue se apartar de outra pessoa pela qual ela possui uma dependência emocional. 

Normalmente essa dependência está associada a um dependente químico. Isto é, familiares e amigos de dependentes químicos podem acabar se tornando codependentes. 

O codependente não consegue se desvincular da pessoa e, ao mesmo tempo, não consegue construir um relacionamento saudável. 

Codependência emocional: o que é codependência afetiva? 

Podemos dizer que a codependência afetiva está associada à dependência emocional que uma pessoa tem sobre outra. 

Ou seja, ela não consegue se “separar” dessa outra pessoa, ao mesmo tempo em que o relacionamento não é saudável. É como se o codependente passasse a viver a sua vida em prol do outro, e não de si mesmo. 

Quais são os principais sinais da codependência? 

Os sintomas da codependência podem ser os mais diversos. O problema aparece quando esses sintomas são muito silenciosos ou, muitas vezes, entendidos como “amor e preocupação”. Por isso, fique atento aos sinais abaixo:

  • Um codependente abre mão de si mesmo para cuidar do outro – sempre.
  • A autoestima do codependente costuma ser baixa.
  • O foco do codependente é o outro – o que ele faz, deixa de fazer, etc.
  • Há a tentativa constante de controlar o que o outro faz, ou seja, o codependente quer ter o controle sobre a vida do outro.
  • O autocuidado do codependente também é deixado de lado, afinal, para ele o que importa é o outro no qual ele está “preso” emocionalmente.

Quais são as principais causas da codependência emocional?

As causas podem ser bastante diversas. Cada pessoa pode desenvolver a codependência por diversos fatores diferentes. Veja alguns exemplos:

  • Abandono na infância;
  • Abandono traumático na adolescência ou vida adulta;
  • Problemas constantes com a autoestima;
  • Perda e luto – ou seja, o indivíduo perde alguém importante ao longo de sua história de vida;
  • Medo do abandono;
  • Medo e pavor de ficar sozinho;
  • Entre milhares de outras variáveis. 

Em outras palavras, cada indivíduo poderá ter as suas próprias causas de codependência, e por isso cada caso deve ser avaliado de forma individual.

Mas dependência emocional tem cura?

Com o tratamento adequado é possível se ver livre da dependência emocional. Para isso, o indivíduo deve procurar ajuda psicológica para lidar com as suas questões e emoções, viabilizando a restauração do seu bem-estar e da sua qualidade de vida.

Por que codependência nunca mais?

Na verdade, esse é o nome de um livro. Ou seja, é possível encontrar o codependência nunca mais PDF para baixar, e assim usar os ensinamentos do livro para ter mais qualidade de vida. No entanto, lembre-se que esse tipo de material não extingue a necessidade de haver um tratamento psicológico.

Mas o que é ser dependente emocional afetiva?

É colocar o outro sempre em primeiro lugar, pautando-se apenas na felicidade alheia para se sentir bem. Ou seja, o dependente emocional não consegue se desvincular do outro, e passa a pautar toda a sua vida no que o outro faz ou deixa de fazer. Assim, acaba anulando os próprios sonhos, gostos e desejos apenas para suprir as necessidades alheias.

Dessa maneira, o sujeito dependente vai se deixando de lado e colocando o outro (que pode ser um familiar ou cônjuge) sempre em primeiro lugar. No médio e longo prazo esse tipo de situação pode desencadear danos emocionais severos. Por isso, o tratamento é tão incentivado nesses casos.

Mas o que é codependência química?

A codependência química é bem semelhante à emocional. Mas a diferença está em um ponto muito importante: o codependente se vê preso em um indivíduo com dependência química. Assim, a pessoa codependente passa a colocar o outro sempre em primeiro lugar, fazendo o possível para ajudá-lo, vê-lo bem, etc. E se o dependente químico não apresenta melhora, o codependente também fica mal e sua vida “desaba”.

É como se o codependente só voltasse a ser feliz novamente quando o dependente químico largar o vício e voltar a ter uma vida como a de antes do vício.

Por que a codependência afeta o relacionamento?

Simplesmente porque o relacionamento não é mais saudável a partir do momento em que um dos pares depende emocionalmente do outro. Afinal, o codependente se deixa de lado, em segundo plano, focando apenas na vida do outro. Assim, acaba sufocando a pessoa pela qual ela é dependente, causando uma sobrecarga emocional que, mais tarde, pode resultar no término do relacionamento.

Como funciona a relação de codependência emocional?

A relação de codependência emocional é bastante complexa. O indivíduo codependente anula a sua própria vida, deixando-se de lado para prestar auxílio e suporte apenas para o outro. Assim, o seu parceiro ou familiar se torna o centro da sua vida. A partir disso, o codependente simplesmente abre mão de tudo que lhe faz bem, para tentar “suprir as necessidades alheias”.

O problema pode ficar ainda mais intenso quando o codependente quer mandar na vida do indivíduo pelo qual ele desenvolveu a dependência. Afinal, esse ato de mandar demonstra o medo de ser abandonado, trocado e de que algo de ruim venha a acontecer com o outro.

Entretanto, vale ressaltar, ainda, que cada caso e cada relacionamento de codependência é único e poderá apresentar as suas próprias singularidades.

O que é codependência familiar?

Assim como a codependência pode aparecer em um relacionamento amoroso, ela também pode aparecer dentro do seio familiar. Isto é, um membro da família pode se tornar codependente do outro, sofrendo sérios impactos emocionais por conta desse tipo de situação.

O que é codependência na psicologia?

Segundo a psicologia, podemos compreender a codependência como a dependência vivida por um indivíduo que convive com um adicto. Entretanto, a dependência do codependente não é relacionada à substância química, mas sim, ao próprio dependente químico. Ou seja, o codependente se sente responsável pela saúde e bem-estar do dependente químico, o que faz com que o primeiro acabe se anulando em prol do segundo.

Filmes sobre codependência

Veja algumas ideias de filmes sobre codependência:

  • Vidas Cruzadas;
  • Regras da Vida;
  • Shirly Valentine;
  • Quando Um Homem Ama Uma Mulher.

Quais os sintomas da codependência? Codependência causas

Na realidade, não existem causas específicas e únicas para a codependência. Primeiro porque cada caso é um caso, segundo porque a situação é multifatorial. 

Entretanto, o medo de perder a pessoa querida é uma forte mola propulsora para o problema. E isso pode aparecer em diversas circunstâncias da vida.

Codependência sintomas

  • Sensação de esgotamento emocional;
  • Baixa autoestima;
  • Falta de autocuidado;
  • Foco apenas no outro;
  • Sentimento de incapacidade;
  • Dificuldade para se “separar” do outro;
  • Medo de ser abandonado;
  • Necessidade de controlar tudo o que o outro faz;
  • Costume de pôr o outro sempre em primeiro lugar;
  • Entre outros sintomas singulares.

Qual o tratamento para codependência?

O tratamento mais efetivo para a codependência é a psicoterapia. Isso porque é no processo terapêutico que o sujeito consegue resgatar o seu equilíbrio emocional, além de restabelecer a autoestima e o foco de sua vida. Em outras palavras, retoma o foco para si, tirando a atenção total que estava sendo depositada no outro.

Quem pode ser codependente?

A codependência pode acometer qualquer pessoa que esteja emocionalmente abalada de algum modo e se “prenda” na vida do outro. 

Mas, em especial, pessoas que têm um familiar ou amigo querido que seja dependente químico, tecnológico ou viciado em jogos, por exemplo. Isto é, quem tem algum conhecido dependente de algo pode se sentir codependente, como se fosse responsável pelo bem-estar e recuperação do dependente.

Como tratar a codependência emocional?

O tratamento para codependência emocional acontece a partir do acompanhamento psicoterapêutico. Aqui, o psicólogo, junto do codependente, poderá traçar caminhos mais promissores para a recuperação da liberdade, da autoestima e do amor-próprio. 

Além disso, o sujeito codependente pode voltar a ter a sua vida como centro de seus propósitos, deixando a vida alheia “de lado”, embora a ajuda e o auxílio ainda possam ser oferecidos ao parente ou amigo querido.

Qual o teste para codependência emocional?

Os testes disponibilizados na internet podem ser perigosos, pois podem levar ao autodiagnóstico. Por isso, o melhor a se fazer é procurar um psicólogo qualificado na hora de saber se está sofrendo de codependência emocional. 

Não se resuma a um teste de internet!

Quais livros sobre codependência?

Existem diversos livros que tratam sobre o tema, como por exemplo “Codependência Nunca Mais“, “Amar ou Depender” e “Codependência: o transtorno e a intervenção em rede“.

Quais são os principais tipos de codependência?

Podemos citar alguns tipos de codependência, como:

  • Codependência afetiva: Medo exagerado de perder a pessoa amada, a ponto de se tornar obcecado por ela.
  • Codependência familiar: Sentimento de responsabilidade pelo outro, e pode estar relacionado à codependência química e afetiva.
  • Codependência tecnológica: Assim como acontece nos outros casos, o sujeito pode se sentir responsável pela dependência do outro, deixando a sua vida de lado para tentar solucionar a patologia alheia.
  • Codependência química: O codependente pode deixar a vida de lado para tentar solucionar o problema de dependência química do outro.

Qual é a diferença entre codependência e dependência?

A codependência refere-se às pessoas fortemente ligadas emocionalmente a um outro que possui comportamentos destrutivos. Já a dependência é uma extrema necessidade de ter o outro por perto, de uma maneira patológica, insegura e sofrida.

Como se livrar da codependência? 

Para superar a codependência, o primeiro passo é admitir o problema. Muitos pacientes têm dificuldade para fazer isso, pois esse problema vai crescendo aos poucos e dificilmente é notado. Portanto, fique atento, pois se a sua preocupação com o outro se transformou em dependência emocional, procure tratamento.

Tratamentos

Ao reconhecer que precisa de ajuda, o codependente deve ir até profissionais especializados nesse tipo de problema. Lembre-se que esse problema é bem complexo, o que torna sua resolução um tanto complicada. Contudo, o codependente não precisa passar por isso sozinho.

O auxílio de um psicoterapeuta pode ser muito importante para o paciente, pois ele é o profissional mais indicado para esse tipo de problema. Aliás, se houver um caso de dependência química na família, talvez todos os integrantes precisem de ajuda. Nesses casos, é importante procurar grupos de apoio que trabalhem com esse tipo de situação.

Leia também: Como saber se uma clínica de recuperação é confiável

Como se livrar da codependência

Quais são os motivos da codependencia?

A codependência surge quando uma pessoa acredita que a própria felicidade depende do viciado que ela pretende ajudar. Isso lhe torna muito dependente daquela pessoa e faz com que ela aceite vários abusos. Em outras palavras, o codependente se torna extremamente tolerante e permissivo, pois ele valoriza mais a outra pessoa do que a ele mesmo.

As relações de codependência são muito comuns entre pais e filhos e também nos casais. No caso dos pais e filhos, o conceito de família faz com que haja uma preocupação exagerada entre eles. Com relação aos casamentos, existe um senso de dever que diz que o casal deve compartilhar as suas dores.

É bom deixar claro que se preocupar com seus pais, filhos e cônjuges é uma atitude correta. O problema é quando isso se torna uma obsessão e a pessoa desvaloriza a si mesma. Independentemente de parentesco, o outro nunca deve ser o centro da sua vida.

Leia também: 10 Dicas de como ajudar um dependente químico

Você em primeiro lugar

Obviamente, você não deve deixar de ajudar os outros, pois cooperação é importante em uma sociedade saudável. Contudo, você não deve ver os outros como prioridade fundamental.

Você tem suas próprias preocupações, problemas, dificuldades, alegrias, sonhos entre outras coisas. Em outras palavras, não deixe de lutar por você mesmo. Não adianta nada você lutar por outra pessoa se isso está destruindo a sua própria vida.

Em muitos momentos, os problemas da vida nos afetam tanto que nos esquecemos de nossas próprias necessidades. Contudo, devemos lembrar que existem coisas que não dependem da gente. Por mais que você se esforce, o viciado só vai superar a própria dependência se ele mesmo quiser. Não se culpe pelo fracasso de outra pessoa.

Leia também: Grupo de apoio a familiares de dependentes químicos

Conclusão

Em geral, pessoas com codependência possuem forte ligação emocional com pessoas que têm dependências. Ou seja, os codependentes são muito apegados a pessoas que têm vícios e, por conta desse apego, causam enorme sofrimento para elas mesmas.

A codependência afeta tanto o dependente quando o codependente, pois ela prolonga os problemas da pessoa viciada. Vale lembrar que a codependência está ligada a qualquer tipo de vício, seja ele físico, químico ou psicológico.

Leia também: Transtorno de personalidade esquizoide 

Referências

La codépendance. Disponível em: <https://maisonlepervier.com/nouvelles/la-codependance> Acesso em 3 dez. 2021.

11 signes que vous êtes codépendant. Disponível em: <https://www.montrealtherapy.com/fr/11-signes-que-vous-etes-codependant/> Acesso em 3 dez. 2021.

Conteúdo revisado por: Camila da Silva
Psicóloga (CRP12/17354). Acadêmica de Letras/ Português. Psicanalista em Formação.

Acesse nosso site: www.interhelpinternacao.com.br  
FALE CONOSCO: 
0800 500 9945

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.