Sou uma pessoa assexual? Entenda o significado disso!

pessoa assexual

Públicado em: 28 de agosto de 2023

Última Atualização em: 28 de agosto de 2023

A sexualidade humana abrange uma vasta diversidade de orientações e identidades. A assexualidade é uma dessas orientações, caracterizada pela ausência de atração sexual ou baixo interesse em atividades sexuais com outras pessoas, independentemente do sexo ou gênero.

Se você se questiona sobre ser uma pessoa assexual, é importante entender o significado dessa orientação para se conhecer melhor e compreender sua identidade sexual.

O que é assexual?

Assexualidade é uma orientação sexual em que uma pessoa não sente atração sexual por outras pessoas. A pessoa assexual pode ter a capacidade de sentir atração romântica ou afetiva, mas não experimenta atração sexual.

Essa ausência de atração sexual pode ser uma característica estável ao longo da vida para os assexuais.[2]

O que é assexuado?

Assexuado é um termo usado para descrever uma pessoa que é assexual, ou seja, que não sente atração sexual por outras pessoas. É uma forma de se referir à orientação sexual de um indivíduo que não experimenta atração sexual.

É importante destacar que ser assexuado não significa ser incapaz de se relacionar emocionalmente com outras pessoas, nem implica em ausência de libido ou falta de interesse romântico.[5]

Como saber se sou assexual?

Descobrir se você é assexual é um processo de autoconhecimento e autodescoberta. Se você não sente atração sexual por outras pessoas, pode ser um indício de que você é assexual.

No entanto, é importante lembrar que a orientação sexual é pessoal e única para cada indivíduo. Se você tem dúvidas sobre sua sexualidade, pode ser útil conversar com pessoas que também se identificam como assexuais, procurar o apoio de profissionais especializados em sexualidade ou fazer pesquisas adicionais para compreender melhor sua própria identidade sexual.

Dúvidas e mitos sobre a assexualidade

Existem algumas dúvidas e mitos comuns sobre a assexualidade que podem gerar confusão ou mal-entendidos. Alguns desses mitos incluem:

  • Assexuais não têm sentimentos românticos: Na realidade, muitos assexuais têm a capacidade de desenvolver relacionamentos românticos e experimentar sentimentos afetivos profundos. A assexualidade se refere especificamente à falta de atração sexual, não à falta de interesse romântico.
  • Assexuais são apenas pessoas celibatárias: Ser celibatário significa escolher não ter relações sexuais, enquanto a assexualidade é uma orientação sexual. Algumas pessoas assexuais podem optar por ser celibatárias, mas nem todos os assexuais fazem essa escolha.
  • Assexuais têm problemas de saúde: A assexualidade não é um problema médico nem uma condição que precisa ser tratada. É uma orientação sexual válida e legítima.

É importante esclarecer esses mitos e compreender que a assexualidade é uma parte válida e diversa da experiência humana em relação à sexualidade. Cada pessoa tem sua própria jornada e identidade sexual, e todas as orientações sexuais são igualmente válidas e dignas de respeito

A assexualidade é uma orientação sexual legítima

A assexualidade não é um problema, uma disfunção ou uma escolha. É uma orientação sexual válida e legítima, assim como a heterossexualidade, a homossexualidade, a bissexualidade ou qualquer outra orientação.

A falta de atração sexual não significa que a pessoa seja diferente ou menos válida em relação às outras. Cada indivíduo tem sua própria orientação sexual, e a assexualidade faz parte do espectro diverso da sexualidade humana.

A assexualidade e a atração romântica

Ser assexual não significa necessariamente que a pessoa não possa sentir atração romântica, afetiva ou emocional por outras pessoas. As pessoas assexuais podem estabelecer relacionamentos românticos e emocionais profundos, mas sua falta de interesse ou necessidade por atividades sexuais é uma característica essencial da sua identidade.

A assexualidade é um espectro individual

É importante destacar que a assexualidade é um espectro e pode variar de pessoa para pessoa. Alguns indivíduos assexuais podem ter uma completa falta de interesse sexual, enquanto outros podem ter uma baixa libido ou sentir atração sexual muito raramente. Cada experiência assexual é única e pessoal.

Descobrindo e reconhecendo a assexualidade

Descobrir e reconhecer a própria assexualidade pode ser um processo individual e levar tempo. Muitas pessoas assexuais relatam que, ao longo de suas vidas, sentiam-se diferentes ou incapazes de se encaixar nas expectativas sexuais da sociedade.

A falta de atração sexual não é amplamente discutida e compreendida, o que pode levar a confusões e dificuldades na identificação da própria orientação.

Para algumas pessoas, o entendimento da assexualidade pode ocorrer por meio de pesquisa e educação sobre o assunto. Conversar com outras pessoas assexuais ou entrar em comunidades e grupos de apoio online também pode ser útil para compartilhar experiências e obter apoio. É importante lembrar que não há uma forma “correta” de ser assexual, e cada pessoa tem o direito de explorar e definir sua própria identidade de acordo com suas experiências e sentimentos.

O respeito à assexualidade

É essencial que as pessoas assexuais sejam respeitadas e compreendidas. Infelizmente, a assexualidade ainda é pouco conhecida e aceita pela sociedade, o que pode levar a diversas formas de discriminação, estigmatização e falta de validação.

É fundamental fomentar o respeito e a inclusão de todas as orientações sexuais, para que as pessoas assexuais possam se sentir confortáveis em expressar sua identidade sem medo de julgamentos ou preconceitos.

Conclusão

Se você se identifica como uma pessoa assexual, é importante lembrar que sua orientação é normal e válida. Cada pessoa é única, e a assexualidade é apenas uma das muitas formas de expressão sexual humana. Escutar-se, respeitar sua própria identidade e buscar o apoio necessário são passos importantes para seu bem-estar e sua jornada de autodescoberta.

A assexualidade é uma orientação sexual válida, e é importante que todos tenhamos conhecimento e entendimento sobre ela. A diversidade sexual faz parte da natureza humana, e somente com a visão aberta e inclusiva podemos construir uma sociedade mais respeitosa e acolhedora para todas as pessoas, independentemente de sua orientação sexual.

Continue a explorar e aprender sobre a assexualidade. Conheça mais histórias de pessoas assexuais, busque recursos educacionais sobre o assunto e participe de discussões construtivas. A informação e o entendimento são fundamentais para quebrar os estereótipos e preconceitos em relação à assexualidade.

Lembre-se de sempre buscar o apoio necessário de profissionais de saúde mental, terapeutas ou grupos de apoio especializados, caso sinta necessidade de um suporte adicional durante sua jornada de autodescoberta.

Fique bem e lembre-se de que sua identidade assexual é válida e valiosa!

Espero que isso te ajude! Se tiver mais alguma dúvida, é só avisar.

Veja também:

Referências

Asexual Visibility and Education Network (AVEN): AVEN is a global community and resource center for asexual individuals. Their website provides comprehensive information on asexuality, including FAQs, forums, and resources for further reading. You can visit their website here: AVEN

Healthline: Healthline is an international health and wellness website that provides information on various topics, including sexual health. They have an article that discusses asexuality and provides an overview of what it means to be asexual. You can read the article here: Healthline – Asexuality

Psychology Today: Psychology Today is a popular psychology magazine that covers various topics related to mental health and human behavior. They have an article that discusses asexuality and provides insights into understanding and supporting asexual individuals. You can find the article here: Psychology Today – Asexuality

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima