9 passos para se livrar da dependência emocional

passos para se livrar da dependência emocional

Públicado em: 10 de março de 2023

Última Atualização em: 14 de março de 2024

 

Muitas pessoas buscam passos para se livrar da dependência emocional e, embora não exista uma “receita” para acabar com o problema, algumas ações tendem a contribuir positivamente no processo de recuperação emocional.

Acompanhe este texto para saber mais sobre o assunto.

Veja também: Zolpidem: entenda como funciona o medicamento utilizado no tratamento da insônia

Quais são os sintomas de dependência emocional?

A dependência emocional pode ser definida como uma necessidade intensa de ter a outra pessoa sempre por perto. O indivíduo dependente, normalmente, toma decisões apenas com base na opinião do outro, anulando a si mesmo dentro da relação. 

Veja alguns dos principais sintomas desse quadro:

  • Comportamento de cuidado excessivo para com o outro.
  • Dificuldade para estabelecer o autocontrole.
  • Sentimento de solidão.
  • Sintomas de depressão.
  • Sinais de “abstinência” e sofrimento quando o parceiro não está perto, como alterações no sono, no apetite, etc.
  • Problemas com a autoestima e autoconfiança.
  • Sentir-se incompleto ou incapaz sem a presença do outro.

Dependência emocional tem cura? Tem cura para dependência emocional?

Na realidade, esta pergunta é um pouco complexa. Afinal, ainda não existe consenso entre os especialistas quanto à classificação da dependência emocional. Isto é, ainda não se sabe se ela é de fato um transtorno, uma doença ou uma condição temporária.

9 passos para se livrar da dependência emocional com psicoterapia

A psicoterapia feita com profissionais qualificados pode ajudar a colocar em prática alguns passos para se livrar da dependência emocional. Porém, é importante destacarmos que não existe método infalível e que cada caso é único.

Contudo, podemos descrever algumas ações que costumam ser implementadas no processo de combate à dependência emocional. São eles:

1. Reconhecer do problema

Um ponto de partida muito importante é o que chamamos de reconhecimento do problema. Afinal de contas, como a pessoa poderá lidar com a situação se, na prática, ela sequer aceita a sua existência?

Por isso, admitir a situação para encontrar a ajuda necessária é muito importante.

2. Identificar das causas da dependência/apego

Durante a psicoterapia, o indivíduo pode conversar com o psicólogo sobre as possíveis causas e estopins da dependência.

Por exemplo, juntos podem detectar que o problema se iniciou com questões relacionadas à autoestima do paciente, ou com relação à criação que ele teve durante a sua infância.

3. Definir de limites saudáveis para os relacionamentos

A psicoterapia também pode ajudar o indivíduo a encontrar os limites saudáveis para os seus relacionamentos.

O que é considerado saudável? O que é considerado dependência? Essas reflexões ajudam a detectar os comportamentos dependentes e fortalecer os mais saudáveis.

4. Aprender a priorizar-se

Durante o tratamento para se livrar da dependência emocional, a pessoa também poderá encontrar caminhos para começar a se priorizar, colocando-se como a pessoa mais importante da sua vida.

5. Desenvolver a comunicação nos relacionamentos

Desenvolver a comunicação interpessoal também é relevante.

Às vezes, a dependência vai se fortalecendo conforme a pessoa tem dificuldades de falar o que pensa ou de, simplesmente, dizer “não” para algo que a desagrada.

6. Desenvolver a autoestima

Como vimos anteriormente, a baixa autoestima, muitas vezes, gera a insegurança que causa a dependência emocional.

Por isso, na psicoterapia, é válido trabalhar o fortalecimento dessa estima por si mesmo.

7. Aprender a lidar com a própria companhia

Uma pessoa dependente emocionalmente pode ter dificuldades para suportar a própria companhia. É como se ela só se sentisse bem e tranquila perto do outro.

8. Ser paciente durante todo o processo

Desenvolver a paciência durante o processo é muito importante. A dependência emocional gera sofrimento, e não existe caminho rápido ou fórmula mágica para vencê-la.

9. Manter o processo de autoconhecimento

Para além do atendimento com o psicólogo, um dos passos para se livrar da dependência emocional, dentro dos limites individuais possíveis, é sempre buscar conhecer mais sobre si mesmo.

Conclusão

Apesar de não existir um protocolo único e infalível para “curar” a dependência emocional, o acompanhamento psicológico, com um profissional qualificado, tende a proporcionar efeitos bem interessantes.

Por isso, se você sente que está emocionalmente dependente, busque ajuda e dê esse passo em prol da sua saúde mental.

Referências

OLIVA, Cliff. Dependência Emocional: O Guia Completo. Simplíssimo, 2021.

OLIVEIRA, Aneska Silva de et al. Dependência emocional: cartilha. 2021.

SANTOS, THALITA CRISTINA DOS; REIS, Natalí Máximo dos. DEPENDÊNCIA EMOCIONAL NOS RELACIONAMENTOS. 2020.

Veja também: Clínica de recuperação com atendimento 24h

2/5 - (2 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima