Diferença entre terapeuta e psicólogo: como eles podem ajudar

Públicado em: 30 de novembro de 2023

Última Atualização em: 30 de novembro de 2023

A principal diferença entre terapeuta e psicólogo nesse caso é que o primeiro atua sem graduação superior. No Brasil, existem diversas práticas terapêuticas reconhecidas, totalizando 29. O Sistema Único de Saúde (SUS) inclusive oferece muitas dessas práticas. Por outro lado, o psicólogo é um profissional com bacharelado em Psicologia.

Existem diferenças significativas entre terapeutas e psicólogos, embora ambos possam ajudar as pessoas a lidar com problemas emocionais e mentais. Aqui estão algumas distinções importantes:

Formação acadêmica

Um psicólogo normalmente possui formação acadêmica em Psicologia, tendo concluído um curso de graduação e, muitas vezes, um programa de mestrado ou doutorado na área. Já um terapeuta pode ter formação em diversas áreas, como Psicologia, Psiquiatria, Serviço Social, Terapia Ocupacional, entre outras.

Veja também: Terapia de reprocessamento generativo: perguntas frequentes

Áreas de atuação

Psicólogos podem ter diferentes especialidades, como psicologia clínica, psicologia organizacional, psicologia infantil, entre outras. Eles geralmente trabalham em consultórios particulares, hospitais, clínicas ou instituições de ensino.

Já terapeutas podem ter especialidades diversas, como terapia familiar, terapia de casal, terapia ocupacional, entre outras. Eles podem atuar em diferentes contextos, como hospitais, clínicas, escolas ou até mesmo em domicílio.

Veja também: Terapia online funciona?

Abordagens terapêuticas

Psicólogos e terapeutas podem utilizar diferentes abordagens terapêuticas para ajudar seus clientes. Alguns exemplos são a terapia cognitivo-comportamental, a terapia psicodinâmica, a terapia familiar sistêmica, a terapia de grupo, entre outras. Cada abordagem possui suas próprias técnicas e métodos de trabalho.

Veja também: Como fazer terapia sozinho? É possível?

Licenciamento e regulamentação

Os psicólogos geralmente são licenciados e regulamentados pelos conselhos de Psicologia do país em que atuam. Eles devem seguir um código de ética profissional e cumprir requisitos específicos para manter sua licença. Já os terapeutas podem ser regulamentados por diferentes órgãos, dependendo de sua formação e especialidade.

Veja também: Como fazer terapia sozinho? É possível?

Como eles podem ajudar

Tanto terapeutas quanto psicólogos podem ajudar as pessoas a enfrentar desafios emocionais e mentais. Eles podem proporcionar um espaço seguro e acolhedor para que os clientes possam expressar seus pensamentos, sentimentos e preocupações.

Além disso, podem oferecer orientação, suporte emocional, estratégias de enfrentamento e ferramentas terapêuticas específicas para cada caso.

É importante ressaltar que a escolha entre um terapeuta e um psicólogo dependerá das necessidades individuais de cada pessoa.

É recomendado buscar profissionais devidamente qualificados e experientes, que estejam aptos a oferecer o suporte necessário em cada situação.

InterHelp: Clínicas de Recuperação para Dependentes Químicos e Psicóticos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima