eeeeeeeeeeee ffffffffff
5 das mais graves doenças ligadas ao álcool

5 das mais graves doenças ligadas ao álcool

Saiba agora 5 das mais graves doenças ligadas ao álcool. Muitas pessoas se concentram apenas nas consequências de curto prazo do consumo de bebidas alcoólicas, como dor de uma ressaca ou serem presos de ações arriscadas resultantes de intoxicação. É bem verdade que noites de tropeções bêbadas colocam você em risco de ferir a si mesmo e aos outros, especialmente se você optar por operar um veículo.

No entanto, as conseqüências a longo prazo do abuso de álcool podem ser igualmente graves. Se você é um bebedor crônico, você pode sofrer os efeitos do álcool pelo resto da sua vida.

Pesquisas mostram que o álcool tem sido associado a mais de 60 doenças, algumas irreversíveis e até mesmo fatais. Aqui estão 5 das mais graves doenças ligadas ao álcool que os bebedores pesados ​​precisam tomar cuidado.

1. Câncer

Uma das mais letais doenças ligadas ao álcool, o câncer é uma doença que pode começar em um lugar dentro do seu corpo e se espalhar por toda parte, tornando-o ainda mais perigoso, com risco de vida e difícil de conviver. O álcool tem sido associado a cânceres de boca, garganta, caixa de voz, esôfago, fígado, mama, cólon e reto.

Cada bebida consumida coloca pressão prejudicial nos órgãos do corpo, danificando os tecidos. O álcool pode causar inflamação no fígado, expondo o fígado a substâncias químicas tóxicas, causando câncer de fígado. O álcool também aumenta os níveis de estrogênio no corpo, colocando as mulheres em risco de câncer de mama.

2. Doença Cardiovascular

A doença cardíaca é a causa número um de morte no Brasil. Bebedores pesados ​​podem prejudicar seu coração do consumo excessivo. No entanto, apenas com algumas taças de vinho durante a semana ainda pode contribuir para o encolhimento das artérias, colocando mais pressão sobre o coração para bombear o sangue por todo o corpo. Como o álcool torna mais difícil bombear sangue e regular o fluxo sanguíneo, aumenta o risco de insuficiência cardíaca.

3. gota

A gota é uma doença semelhante à artrite. É muito doloroso e afeta as articulações. O álcool aumenta suas chances de apresentar sintomas de gota, sendo a cerveja a fonte mais influente. O rim funciona normalmente excretando o ácido úrico, que é o resultado da quebra dos nucleotídeos purínicos (que podem ser encontrados em algumas bebidas).

Demasiado ácido úrico pode causar gota. Consumir álcool força o rim a secretar álcool em vez do ácido úrico, que então aumenta esse ácido dentro da corrente sanguínea, desencadeando ataques de gota.

4. pancreatite

Sete de 10 casos de pancreatite crônica são devidos ao consumo excessivo de álcool a longo prazo.

A pancreatite aguda e crônica ocorre quando o pâncreas está inflamado, causando dor intensa. Beber pesado pode causar uma dessas doenças ligadas ao álcool.

A pesquisa ainda está sendo conduzida sobre exatamente como o álcool causa essas doenças; no entanto, muitos acreditam que moléculas de álcool interrompem as células dentro do pâncreas, causando destruição e dor. A pancreatite causa dor e sofrimento por conta própria, mas ser candidata a pancreatite também promove risco para outra doença, o diabetes.

Danificar seu pâncreas com álcool enfraquece sua capacidade de produzir insulina, que é necessária para regular o açúcar no sangue. Por sua vez, o risco de diabetes aumenta consideravelmente.

Não importa o quanto você beba, reduzir seus padrões de consumo diminui significativamente suas chances de contrair pancreatite e impedir que isso aconteça novamente.

5. Cirrose hepática alcoólica

Entre 10 e 20 por cento dos bebedores pesados ​​desenvolvem cirrose.

O fígado desempenha um papel pesado na filtragem de toxinas no corpo. O consumo excessivo de álcool tende a criar tecido cicatricial em substituição ao tecido saudável, criando uma condição chamada cirrose hepática alcoólica.

Esta doença é muito dolorosa e pode causar confusão, sangramento interno e acúmulo de líquido no estômago. Os medicamentos podem tratar a cirrose hepática alcoólica, mas é sempre recomendável diminuir a ingestão de álcool, para que o fígado volte a funcionar normalmente.

Você pode prevenir doenças ligadas ao álcool

Embora o consumo de álcool possa causar efeitos catastróficos a curto prazo, são os efeitos a longo prazo que surgem em você e causam os danos mais sérios à saúde da maioria dos bebedores. As doenças listadas aqui são apenas a ponta do iceberg.

Existem muitas outras doenças ligadas ao consumo pesado de álcool, algumas tão intensas que requerem hospitalização. Não deixe que uma noite divertida se transforme em um padrão prejudicial que destrói sua saúde e tira anos de sua vida.

E-mail: contato@interhelpinternacao.com.br
Plantão 24h a disposição para serviços ou dúvidas
Celular: 11 97462-6653 (WHATSAPP) 11 95298-1135

Acesse nosso site: www.interhelpinternacao.com.br 

5 das mais graves doenças ligadas ao álcool
5 (100%) 3 votes
Fechar Menu