Procurando por uma clínica de recuperação e reabilitação para dependentes químicos? A Interhelp internação é a empresa certa para você! Atuamos como clínica de recuperação, clínica de reabilitação e clínica de internação para alcoólatras.

No final deste conteúdo veja o nosso super infográfico sobre os 9 erros mais comuns na hora de contratar uma clínica de recuperação para dependentes químicos.

27 Opções de Clínicas de recuperação e reabilitação para dependentes químicos por estado:

Nosso objetivo é atender às suas necessidades com o centro mais experiente da região. Garantimos que o seu objetivo de recuperação em longo prazo seja um começo vitorioso. Aceitamos todos os planos de saúde.

 

clínica para dependentes químicos - unidade masculina
clínica para dependentes químicos – unidade masculina

 

clínica para dependentes químicos - unidade feminina
clínica para dependentes químicos – unidade feminina

 

Clínica de recuperação e reabilitação para dependentes químicos

Uma clínica para dependentes químicos é um centro de recuperação e reabilitação para pessoas que sofrem com problemas relacionados ao uso de drogas.

As sessões em uma clínica para dependentes químicos abordam a dimensão psicológica do vício. Ir para a recuperação e  reabilitação da dependência química é um enorme compromisso de tempo e dinheiro para você e sua família.

A internação em uma clínica para dependentes químicos tem se tornado uma esperança diante de situações onde o vício tem feito parte da vida de uma pessoa.

Neste guia iremos abordar os seguintes tópicos:

  • Como funciona uma clínica para dependentes químicos
  • Como escolher uma clínica para dependentes químicos
  • Onde encontrar uma clínica para dependentes químicos

Convidamos a seguir em nosso guia, até o fim, para que você possa compreender a importância e o funcionamento de uma clínica para dependentes químicos e onde encontrar as melhores.

Clínica para dependentes químicos

A Interhelp internação atende em todo território nacional e ajuda no redirecionamento para uma unidade eficaz. Segue imagens de algumas clínicas para dependentes químicos unidade masculina, feminina e evangélica.

clínica para dependentes químicos - unidade masculina
clínica para dependentes químicos – unidade masculina

 

clínica para dependentes químicos - unidade feminina
clínica para dependentes químicos – unidade feminina

 

clínica para dependentes químicos evangélica
clínica para dependentes químicos evangélica

Uma clínica para dependentes químicos conta com toda uma estruturação e organização pautada na recuperação e na saúde dos internados.

Com isso, considera-se o que há de mais atual em tratamentos individualizados, além de haver a prática do acolhimento destas pessoas.

Desse modo, podemos entender que uma clínica leva em consideração as seguintes características:

  • Há o acolhimento dos pacientes, visando, a partir da escuta terapêutica, permitir que todos sejam ouvidos e recebidos de uma maneira em que suas angústias são levadas em conta. A partir disso, torna-se possível seguir em um tratamento que seja singular, priorizando as características de cada paciente.
  • A equipe multidisciplinar é responsável por fazer um acompanhamento em conjunto, a fim de traçar caminhos, métodos e estratégias que desenvolvam o paciente rumo a libertação do vício.
  • Os ambientes são discretos e costumeiramente localizados em regiões mais retiradas. Isso porque, dessa forma, torna-se possível preservar a privacidade e o conforto dos internados.
  • O tratamento, de maneira resumida, se divide em três fases distintas, mas que se complementam: desintoxicação, conscientização e ressocialização. A partir destas etapas, espera-se que o paciente já esteja apto para voltar à vida em sociedade.

Abaixo, no entanto, destacaremos como cada uma das etapas é posta em prática durante o período de internação do sujeito na clínica para dependentes químicos.

  • Desintoxicação
  • Conscientização
  • Ressocialização

1- Desintoxicação

O processo de desintoxicação acontece a partir do acompanhamento médico, onde é feita a administração da substância de uma maneira estratégica.

2- Conscientização

A conscientização é a segunda etapa utilizada nos tratamentos em clínica para dependentes químicos. Aqui, é possível ensinar para o paciente quais são as situações que podem provocar recaídas.

3- Ressocialização

A terceira etapa, no entanto, é o período de ressocialização. Aqui, o paciente que está na clínica para dependentes químicos receberá um acompanhamento que priorize a sua reinserção na sociedade.

Como funciona a internação em uma clínica para dependentes químicos?

As clínicas para dependentes químicos contam com três tipos de internações, hoje, que são inclusive pautadas na Constituição Federal. Sendo elas:

  • Internação voluntária
  • internação involuntária
  • Internação compulsória

Internação voluntária:
Este tipo de internação, como o próprio nome já nos dá a entender, é feita a partir da solicitação do próprio paciente.

Isto é, ele percebe a sua necessidade de acompanhamento profissional, e assina um termo ao entrar na clínica de reabilitação. Aqui o paciente tem o direito de solicitar sua própria alta.

Internação involuntária:
Em contrapartida a opção acima, temos a internação involuntária, onde o dependente químico não precisa consentir a internação.

Mas sim, familiares, pautados em amparo de laudo médico, percebem a necessidade e encaminham o sujeito para uma clínica qualificada. Aqui, o paciente não pode solicitar sua saída antes da alta, embora os familiares possam fazer este pedido.

Internação compulsória:
Por fim, temos ainda a internação compulsória, que nada mais é do que uma internação proveniente de uma determinação judicial.

Neste caso, nem a família e nem o dependente químico precisam consentir com a internação. Mas sim, o juiz qualificado, pautando-se no laudo de um médico especializado, poderá determinar a internação da pessoa. A alta nestas situações só ocorrem quando o médico a estabelecer.

O tempo de internação pode variar de caso a caso, dependendo das particularidades do sujeito e sua necessidade de desintoxicação.

+Leia também: Internação voluntária, involuntária e compulsória

Como funciona uma equipe multidisciplinar em uma clínica para dependentes químicos?

Uma clínica para dependentes químicos, que seja completa, apresentará uma equipe multidisciplinar e qualificada, pronta para suprir todas as necessidades dos pacientes.

Isso porque sabemos que é impossível separar uma pessoa em “partes”, mas sim, que todo o seu organismo, psíquico e emocional estão entrelaçados.

Desse modo, uma infraestrutura qualificada apresentará os seguintes profissionais em sua grade:

  • Médico psiquiatra: Sendo este, obviamente, responsável em restabelecer a saúde física do paciente, buscando a estabilidade. Assim, a partir de uma bateria de exames completa poderá administrar medicamentos adequadamente, além de acompanhar todo o processo de desintoxicação.
  • Enfermeiro: Este profissional faz o acompanhamento de perto, além de proporcionar assistência para o médico. Outra função de suma importância é a administração da medicação prescrita.
  • Psicólogo: O psicólogo estará atrelado à investigação do motivo da busca pelas drogas, além de fazer a escuta terapêutica do paciente. Aqui, o mesmo poderá escutar os anseios, dúvidas, questionamentos e auxiliará o paciente que está em busca do seu equilíbrio interno.
  • Terapeuta Ocupacional: Este terapeuta trabalhará diretamente com as habilidades do paciente e sua reabilitação para a sociedade. Com isso, trabalhará com estratégias e técnicas que afloram o senso de longo prazo e estimulam a criação de metas.
  • Nutricionista: A dependência química pode desencadear desequilíbrios expressivos em nosso organismo. Por conta disso, o nutricionista estará a par de tudo que o paciente poderá incluir e excluir de sua dieta para que o seu plano alimentar supra suas necessidades nutricionais. Consequentemente, recupera-se o corpo que possa estar debilitado.
  • Educador físico: O profissional de educação física poderá trabalhar exercícios de relaxamento, condicionamento, queima de gordura e demais atividades. Dessa maneira, além de proporcionar mais saúde física, também desencadeia ainda o relaxamento, bem estar e melhora o funcionamento do sistema nervoso.

Ao unir todos estes conhecimentos, torna-se ainda mais efetivo o cuidado com o paciente que está internado na clínica para dependentes químicos.

E assim, fica mais fácil criar novos caminhos, possibilidades e alternativas para a pessoa ao sair da internação.

Como é a infraestrutura em uma clínica para dependentes químicos?

A infraestrutura de uma boa clínica para dependentes químicos precisa ser de qualidade, equipada para receber os dependentes da melhor forma.

Além disso, precisa apresentar um espaço amplo, limpo e organizado, onde todos possam circular de maneira confortável.

Lembre-se de visitar o local antes da internação, para conhecer todas as características, cuidados e rotinas.

Pois embora seja um período temporário, a qualidade da infraestrutura impacta diretamente na recuperação do paciente.

Avalie a possibilidade de privacidade, com banheiro no quarto, organização das camas, e equipamentos disponíveis (ventiladores, televisão, entre outros). Cada detalhe faz diferença nos cuidados com um dependente químico!

Como escolher uma boa clínica para dependentes químicos?

Por fim, você deve ter dúvidas sobre como escolher uma boa clínica para dependentes químicos, não é mesmo? Afinal, trata-se de uma tomada de decisão muito importante, que precisa ser analisada com cuidado e atenção.

Sendo assim, existem fragmentos que você pode levar em conta para a sua escolha ser mais assertiva. São eles:

  • Corpo clínico: Avalie o corpo clínico e saiba mais sobre os profissionais que ali estão. Desse modo você poderá saber um pouco mais sobre a trajetória e a formação de cada um;
  • Métodos de tratamento: Questione sobre os métodos de tratamento que são utilizados, a fim de saber se estão alinhados com o que há de mais atual para cada questão específica da reabilitação;
  • Infraestrutura: Lembre-se, como citamos acima, de observar atentamente a infraestrutura do local. Ela é peça chave na recuperação dos pacientes internados.

Avaliando estes três pontos acima, certamente a sua escolha será mais assertiva. Entretanto, se você ainda tiver dúvidas sobre a melhor clínica para dependentes químicos, entre em contato conosco para que possamos lhe auxiliar nesta decisão.

Afinal, estamos tratando de algo importante e que precisa do manejo correto para a obtenção dos melhores resultados. Conte com a gente!

Clínica para dependentes químicos: Como funciona o tratamento?

O tratamento em uma cínica para dependentes químicos funciona como uma ferramenta de apoio indispensável para recuperação e reabilitação.

Em uma clínica para dependentes químicos é ensinado estratégias de enfrentamento permitindo que você permaneça em recuperação sem medo de recaída, uma vez que você saia do centro.

Algumas informações para considerar na busca de uma clínica para dependentes químicos:

  • Clínica de reabilitação atua no segmento da reabilitação humana?
  • É afiliado a uma grande rede de instalações de última geração?
  • Respeitamos e protegemos sua privacidade?
  • Trabalha diretamente com sua seguradora?
  • Incorporamos os entes queridos no processo?
  • E um centro de tratamento certo perto de você

Clínica para dependentes químicos: Como saber qual é a mais adequada?

Uma clínica para dependentes química adequada permitirá atendimento personalizado que funciona com o seu seguro. A InterHelp Internação ajuda no processo de internação e remoção.

Escopo clínico direcionado através da InterHelp consta com uma equipe totalmente qualificada, tais como:

  • Psiquiatras
  • Psicólogos
  • Terapeutas
    ..e muito mais!

Conheça nosso escopo clínico completo acessando aqui

Clínica para dependentes químicos: O que é a dependência química?

A dependência química é o termo médico usado para descrever o abuso de drogas ou álcool que continua mesmo quando se desenvolvem problemas significativos relacionados ao seu uso.

Os sinais de dependência incluem:

  • Tolerância ou necessidade de quantidades maiores do medicamento para obter um efeito
  • Sintomas de abstinência que ocorrem se você diminuir ou parar de usar o medicamento que você acha difícil reduzir ou interromper
  • Gastar muito tempo para obter, usar e se recuperar dos efeitos do uso de drogas.
  • Abstinência de atividades sociais e recreativas
  • Uso continuado da droga, mesmo que você esteja ciente dos problemas físicos, psicológicos e familiares ou sociais causados pelo uso contínuo de drogas.

Clínica para dependentes químicos: Quais são as substâncias químicas mais utilizadas?

Algumas das substancias para dependentes químicos mais utilizadas são:

  • Álcool
  • Maconha
  • Cocaína
  • Crack
  • Tabaco
  • Opiáceos
  • Metanfetamina
  • Alucinógenos
  • Inaladores
  • Esteroides anabolizantes
  • Medicamentos de prescrição, analgésicos e estimulantes

Se você está ou algum ente querido está sofrendo de dependência ou se você está preocupado com um ente querido, agora é a hora de buscar ajuda.

Mais importante, acreditamos que a recuperação é possível.  Entre em contato hoje mesmo

Links úteis:

Ministério da Saúde

Alcoólicos anônimos online

ANVISA

Perguntas Frequentes:

 

O que é uma recuperação?

A recuperação de usuários de drogas é um processo de tratamento psicológico destinado a dependentes com substâncias psicotrópicas.

O que é uma reabilitação?

A reabilitação de drogas é uma combinação de processos físicos que eliminam resíduos de drogas do corpo sem que a pessoa sofra mental e fisicamente por sua falta.

Quanto tempo dura o tratamento?

Dependendo das necessidades do indivíduo, o tratamento no pode durar de alguns meses, a um programa aberto de curto prazo, até 2 anos, a um programa intensivo de desintoxicação.

Quais são os tipos de internações?

As internações para dependentes químicos e alcoólatras são divididas em 3 categorias, a internação compulsória, a internação voluntária e a internação involuntária.

Deixe um comentário