Tipos de vícios mais comuns: Conheça quais são, sintomas e como tratar

Tipos de vícios mais comuns.

Públicado em: 18 de fevereiro de 2022

Última Atualização em: 18 de fevereiro de 2022

Existe uma série de tipos de vícios mais comuns. Alguns são mais frequentes na juventude, e outros na idade adulta, por exemplo. Isso porque o contexto em que o indivíduo está inserido pode impactar diretamente na sua forma de lidar com a vida e com os desejos pessoais.

Assim sendo, fizemos este guia com o intuito de buscar conscientizar as pessoas sobre esse tema importante. Afinal, vícios se tornam dependências e podem provocar danos na saúde física e mental. 

Portanto, acompanhe e fique por dentro de tudo!

Tipos de vícios mais comuns: Conheça os principais exemplos de vícios

Começamos com a lista de exemplos de vícios mais comuns para que você possa conhecer. Esse tipo de conhecimento é muito importante para a prevenção da dependência, seja ela química ou emocional, por exemplo. 

Veja abaixo alguns desses vícios que são bastante recorrentes em nossa sociedade:

1. Álcool

Embora muitas pessoas apontem que consomem bebidas alcoólicas apenas socialmente, a gente sabe que essa não é a realidade de todos. Isso porque, infelizmente, segundo a OMS, 3% da população brasileira (acima de 15 anos) é considerada alcoólica, ou seja, tem dependência química.

2. Tabaco

O tabaco, ou então, a nicotina, entra na nossa lista de tipos de vícios mais comuns em nossa sociedade. Para se ter uma ideia, 9,5% da população brasileira acima de 18 anos é, hoje, fumante. 

Esse também é um número alarmante que nos prova que fumar é um dos vícios mais comuns dos brasileiros.

3. Maconha

Segundo pesquisas, cerca de 7,7% dos brasileiros (entre 12 a 65 anos) já consumiram maconha pelo menos uma vez na vida. Por isso, é considerada um dos vícios mais recorrentes.

4. Opióides prescritos

Os opióides administrados em pacientes com dores crônicas também podem causar dependência química, especialmente em casos nos quais há a presença da automedicação, por exemplo.

tipos de vícios mais comuns
Tipos de vícios mais comuns.

5. Internet e redes sociais

Segundo pesquisas, 30% dos brasileiros têm comportamentos abusivos com relação à internet. Ou seja, a usam de uma forma desenfreada, tornando-se um verdadeiro vício. 

Basta observarmos o quanto muitos indivíduos se sentem angustiados quando estão afastados de seus smartphones ou da internet de maneira geral.

6. Sexo

Por conta das sensações de prazer e bem-estar geradas durante a relação sexual, muitas pessoas desenvolvem o vício em sexo e tendem a ter as suas vidas prejudicadas por conta disso. 

Em um primeiro momento pode parecer algo “simples”, especialmente quando esse vício é visto em um indivíduo do sexo masculino. No entanto, o desejo desenfreado por sexo pode atrapalhar o desenvolvimento social, profissional e mental do indivíduo.

7. Apostas

Os vícios em jogos de azar também não poderiam ficar de fora desta lista. Isso porque a adrenalina, seguida pela dopamina de ganhar, geram um vício intenso para o cérebro do indivíduo.

Assim, os jogos se tornam fonte de prazer e, quando são dolorosos (ou seja, há perda), o desejo de “compensar” o negativo é intenso, transformando as apostas em um ciclo vicioso sem fim.

8. Medicamentos

Medicamentos consumidos cotidianamente, sem prescrição médica, também podem desencadear a dependência química. Por isso, a automedicação é tão perigosa e pode trazer tantos prejuízos para a vida das pessoas.

Vale destacar que remédios simples, como dipirona, entram na lista de medicamentos que podem ser viciantes. Portanto, cuidado com a automedicação!

Tipos de vícios mais comuns entre os jovens

Dentre os tipos de vícios mais comuns entre os jovens, podemos citar o alcoolismo e até mesmo o vício em celulares.

No entanto, as drogas ilícitas também não podem ficar de fora desse contexto. Embora isso varie de indivíduo para indivíduo.

A questão central, neste tópico, é que devemos ter em mente que os adolescentes estão querendo quebrar barreiras, desenvolver a própria identidade e conhecer o seu lugar no mundo.

Isso pode instigá-los a consumir drogas, bebidas e se aventurar em outros tipos de vícios perigosos para a saúde física e mental.

As brincadeiras da infância, nessa idade, já são monótonas, e o adolescente/jovem busca crescer em meio à adrenalina e novas sensações.

Por isso, estes são os vícios mais comuns dos adolescentes: as drogas, as bebidas e até o celular os fazem se sentir parte de algo, com uma identidade, enquanto vivem a adrenalina do “perigoso”.

Tipos de vícios mais comuns.
Tipos de vícios mais comuns.

O que pode ser considerado vício? Características dos tipos de vícios mais comuns

Um consumo ou comportamento pode ser considerado vício se apresentar uma série de critérios importantes para tal classificação. Veja alguns desses critérios:

  • O indivíduo se sente culpado por consumir ou ter determinado comportamento.
  • A pessoa passa a esconder o comportamento.
  • Ela deixa de lado as suas obrigações, em prol do prazer gerado pelos tipos de vícios.
  • Problemas no relacionamento podem aparecer.
  • O indivíduo começa a negligenciar a saúde física e mental apenas para suprir o desejo gerado pelo vício.
  • Problemas no emprego ou nos estudos começam a aparecer.
  • Há uma grande angústia quando há uma separação do sujeito e seu “objeto” viciante.
  • Entre outros sinais.

Como saber se está viciado em alguma coisa? Veja sintomas dos tipos de vícios mais comuns

Se você está desconfiando de que está viciado em algo, não hesite na hora de procurar um psicólogo ou psiquiatra. Ambos profissionais da saúde poderão avaliar com mais clareza a sua situação.

Além disso, você pode considerar alguns sintomas como:

  • Angústia ao se separar do objeto em questão.
  • Medo de ficar sem o objeto.
  • Você troca programas com amigos e familiares para suprir o desejo.
  • Não é possível controlar o desejo de consumir algo em específico.
  • Sente mal-estar físico quando tenta se manter longe do objeto gerador de prazer.
  • Busca o objeto ou a droga para sentir bem-estar diversas vezes ao dia.
  • Entre outros sintomas.

Tratamento para os tipos de vícios mais comuns

Agora que você já conheceu os tipos de vícios mais comuns, deve estar se questionando com relação ao tratamento, certo?

Bem, nesses casos é importante contar com a ajuda do médico psiquiatra e do psicólogo. Você pode encontrar esses profissionais em clínicas psiquiátricas e, no caso da dependência química, em clínicas de reabilitação.

Esses espaços são preparados para essas situações.

Se você quer encontrar uma boa clínica perto de você, conte conosco!

Referências

Alcoolismo cresce entre os jovens e preocupa a OMS e especialistas. Disponível em: <https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2016/11/alcoolismo-cresce-entre-os-jovens-e-preocupa-oms-e-especialistas.html> Acesso em 18 fev. 2022.

10 Most Common Addictions. Disponível em: <https://www.rehabspot.com/drugs/10-most-common-addictions/> Acesso em 18 fev. 2022.

Revisado por Camila Bonatti: Psicóloga (CRP12/17354)

Dúvidas? Para saber mais, entre em contato conosco.
Acesse nosso site: www.interhelpinternacao.com.br 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.