Tarja Preta: o que é, como funciona, tratamentos e muito mais

tomando tarja preta

Públicado em: 7 de fevereiro de 2022

Última Atualização em: 7 de fevereiro de 2022

O medicamento tarja preta possui essa coloração na embalagem como uma forma de representar que o mesmo pode trazer graves prejuízos para a saúde do indivíduo.

Por isso, entender mais sobre ele e se atentar para as características desse tipo de remédio é fundamental para impedir a automedicação, a dependência química e os efeitos colaterais severos.

A fim de lhe auxiliar com tudo isso, fizemos este guia com todos os detalhes sobre os medicamentos tarja preta. Acompanhe e entenda!

Conteúdo que será abordado:

  • O que é tarja preta?
  • Para que serve a tarja preta?
  • Por que utilizam como remédio para dormir e o quanto é prejudicial?
  • O que é fluoxetina e tarja preta?
  • Qual o nome do remédio para depressão tarja preta?
  • Qual a diferença entre os remédios de tarja preta e de tarja vermelha?
  • Quais os remédios de tarja preta mais comuns?
  • Quais os efeitos do remédio tarja preta?
  • Quando o uso é indicado?
  • Medicamento tarja preta vicia?
  • Quais os riscos do uso de tarja preta para a saúde?
  • Quais sintomas são melhorados com os antidepressivos?
  • Quanto tempo dura o tratamento?
  • Quais os riscos da utilização desses medicamentos sem orientação médica?

O que é tarja preta?

A tarja preta, presente em embalagens de medicamentos controlados, significa que o remédio pode causar dependência psíquica e química, além de causar riscos à saúde, especialmente em casos nos quais o indivíduo se automedica.

São medicamentos controlados e que podem ser perigosos se consumidos indiscriminadamente. Só podem ser comprados por meio da retenção da receita médica.

Para que serve a tarja preta?

A tarja preta serve para classificar o medicamento que está contido dentro de uma embalagem. Trata-se de uma tarja que destaca que o medicamento só deve ser vendido sob prescrição médica e, ainda, que pode causar dependência e sérios riscos à saúde.

Inclusive, a própria embalagem vem com a seguinte escrita: “Venda sob prescrição médica, o abuso deste medicamento pode causar dependência”.

Por que utilizam como remédio para dormir e o quanto é prejudicial?

Existem diversos medicamentos tarja preta que são consumidos com o intuito de promover maior sonolência para o indivíduo. No entanto, o consumo sem acompanhamento médico pode ser extremamente prejudicial para a saúde do indivíduo. Isso porque é possível se deparar com as seguintes situações:

  1. Primeiramente, o indivíduo pode sentir apenas uma sonolência ao longo do dia. Esta pode ocasionar uma menor atenção às atividades como dirigir ou operar uma máquina. Além disso, o esquecimento e até mesmo tropeços podem ser recorrentes.
  2. Com o passar do tempo, esse tipo de dano pode se tornar mais grave e, inclusive, problemas de memória podem aparecer.
  3. A dependência química também pode ser um dos malefícios dos remédios tarja preta para dormir, especialmente se tomados de maneira errônea e sem acompanhamento médico.
  4. Inclusive, o uso constante de remédios para dormir pode até desencadear a demência, segundo esta pesquisa.

O que é fluoxetina e tarja preta?

A fluoxetina é um medicamento prescrito em casos de: Depressão (associada ou não à ansiedade), TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) e Transtorno de pânico. Trata-se de um medicamento tarja preta e que requer prescrição médica.

Qual o nome do remédio para depressão tarja preta?

Como mencionado acima, a fluoxetina costuma ser um dos medicamentos tarja preta prescritos para pessoas com diagnóstico de quadros depressivos. Veja outras opções:

  • Escitalopram.
  • Mirtazapina.
  • Citalopram.

Vale ressaltar que é imprescindível buscar auxílio médico antes de consumir qualquer medicamento. Nunca consuma sem uma orientação profissional por escrito, por meio de uma receita.

Qual a diferença entre os remédios de tarja preta e de tarja vermelha?

A tarja preta representa um medicamento que requer um controle extremamente elevado. Só pode ser vendido sob prescrição e retenção de receita médica.

Já o remédio tarja vermelha pode requerer a retenção da receita, mas não apresenta tantos riscos quanto o tarja preta. Contudo, da mesma forma deve ser consumido apenas sob prescrição médica.

Jamais pratique a automedicação. Em nenhuma circunstância.

Quais os remédios de tarja preta mais comuns?

Os remédios tarja preta mais conhecidos são: clonazepam (Rivotril), alprazolam, bromazepam, lexotan, fluoxetina, sulfato de morfina, olcadil e ritalina.

Quais os efeitos do remédio tarja preta?

Cada medicamento pode apresentar os seus próprios efeitos colaterais. Por isso, é fundamental ler a bula do medicamento antes de consumi-lo, e jamais ingerir quantidades maiores do que as recomendadas pelo profissional da saúde.

Contudo, grande parte dos medicamentos pode causar efeitos como:

  • Tontura;
  • Dor de cabeça;
  • Sonolência;
  • Confusão mental;
  • Mal-estar geral;
  • Entre outros.

Quando o uso é indicado?

Em casos de transtornos e doenças mentais, os medicamentos tarja preta podem ser indicados pelo profissional da saúde. É o caso de indivíduos diagnosticados com Transtorno Obsessivo Compulsivo, Depressão, Ansiedade, Bipolaridade, Transtorno de Humor, entre outros quadros clínicos sérios.

Somente o psiquiatra é que estará apto para prescrever o melhor medicamento para cada paciente, mediante avaliação prévia.

Medicamento tarja preta vicia?

Sim. O medicamento tarja preta pode causar dependência, especialmente se o indivíduo consumir de maneira indiscriminada e ignorando a indicação médica.

Quais os riscos do uso de tarja preta para a saúde?

São diversos os riscos que um medicamento tarja preta mal utilizado pode desencadear na saúde do indivíduo. Veja alguns deles:

  • Alterações no metabolismo do indivíduo.
  • Dependência química.
  • Sonolência excessiva, que chega a atrapalhar o dia a dia do indivíduo.
  • Dependência física e mental.
  • Desenvolvimento de transtornos e doenças como o Alzheimer.
  • Problemas cardíacos.
  • Prejuízos de atenção, concentração e memorização.
  • Entre outros.

Por isso, seguir a recomendação médica é essencial para evitar que o medicamento cause efeitos tão nocivos à saúde. 

Quais sintomas são melhorados com os antidepressivos?

Se o uso for adequado, é possível amenizar uma série de sintomas depressivos com o uso de um medicamento antidepressivo. Como por exemplo:

  • É possível diminuir a tristeza excessiva;
  • Amenizar a sensação de angústia;
  • Elevar o bem-estar;
  • Diminuir a presença de pensamentos negativos e repetitivos, etc.

Quanto tempo dura o tratamento?

Tudo depende do quadro clínico do paciente. Normalmente, o tratamento pode perdurar por 6 meses, mas, caso o psiquiatra ache viável, ele poderá se estender.

Isso porque tudo depende do grau de depressão e da recorrência das crises depressivas que o sujeito pode ter. Além de todas as suas condições de saúde.

Quais os riscos da utilização desses medicamentos sem orientação médica?

  • Contraindicações: Os medicamentos tarja preta não são indicados para pessoas que não possuem uma receita médica. Ou seja, nunca devem ser consumidos em forma de automedicação.
  • Efeitos colaterais: Dependência química, prejuízos cognitivos, tontura, mal-estar geral, alterações no metabolismo, sonolência excessiva (que pode causar acidentes), confusão mental e delírio, entre outros.

Conclusão

Apesar de ser muito utilizado para tratar transtornos e doenças mentais, o consumo dos medicamentos tarja preta requer um acompanhamento médico. Caso contrário, o indivíduo pode correr o risco de desenvolver uma dependência química ou até outros problemas de saúde, como doenças cardíacas.

Portanto, nunca se automedique e, em caso de dúvidas, converse com o seu médico. Preze pela sua vida!

Referências

Pesquisa associa uso de remédios para dormir e ansiedade à demência. Disponível em: <https://www.unasus.gov.br/noticia/pesquisa-associa-uso-de-remedios-para-dormir-e-ansiedade-demencia> Acesso em 24 jan. 2022.

What Does it Mean If My Medication Has a ‘Black Box Warning’? Disponível em: <https://health.clevelandclinic.org/what-does-it-mean-if-my-medication-has-a-black-box-warning/> Acesso em 24 jan. 2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.