Skunk ou skank drogas: 8 informações sobre a “supermaconha”

Skunk ou skank drogas

Públicado em: 15 de outubro de 2021

Última Atualização em: 19 de outubro de 2021

Conhecida como a “maconha mais potente”, e também como “supermaconha”, a droga Skunk ou skank (como é a grafia em português) tem chamado a atenção dos profissionais da saúde, por conta dos seus efeitos. Afinal, assim como ela é mais potente, os seus riscos de dependência e efeitos colaterais também são mais intensos.

Por isso que sempre frisamos a importância de se passar pelo processo de conscientização sobre o assunto. E é exatamente isso que faremos no decorrer deste conteúdo. Acompanhe-nos para saber mais.

8 informações sobre a “supermaconha” que será abordado:

  1. Skunk ou skank drogas?
  2. Quais são os efeitos e tratamento?
  3. Maconha skank – Maconha tipo skank
  4. Skank droga efeitos colaterais
  5. Skank droga tratamentos
  6. Por que o Skunk não é uma maconha mais forte?
  7. O primeiro “Skunk” na história da Cannabis?
  8. Quais são os efeitos da droga skunk

Conteúdo relacionado:

Droga Krokodil: O que ninguém te conta

Desintoxicação de Canabinóides: O que você dever saber

Conheça os perigos da maconha sintética e qual o tratamento ideal

1- Skunk ou skank drogas?

A droga “skunk”, em português, é grafada como “skank” e trata-se de um tipo de “maconha mais forte”. Por ser mais forte, pode ainda apresentar um aumento no risco de desenvolvimento de psicose, segundo estudos. 

É considerada uma “supermaconha” por conter maiores níveis e concentrações de THC (tetrahidrocanabinol), sendo este o principal princípio ativo do entorpecente.

Skunk ou skank drogas
Imagem ilustrativa: Skunk ou skank drogas

2- Quais são os efeitos e tratamento?

Os efeitos dessa droga tendem a ser até sete vezes mais fortes do que os da maconha comum. Por isso, justamente, que especialistas têm apontado os riscos por trás desse consumo: a psicose pode ser desenvolvida mais facilmente por meio do uso da super maconha. Além disso, outros efeitos podem ser observados:

  • Alterações na serotonina e dopamina presentes no organismo.
  • Dificuldade de concentração.
  • Danos nos neurônios.
  • Lapsos de memória.
  • Afeta a coordenação motora do indivíduo.
  • Aumento do apetite por doces.
  • Alucinações.
  • Distúrbios de percepção do espaço e do tempo.
  • Pupilas dilatadas.
  • Excitação.
  • Ansiedade e inquietação.
  • Dependência química.

Vale ressaltar que a dependência química pode acontecer mais rapidamente quando o consumo é da “super maconha”. Ou seja, comparando com o entorpecente tradicional, a dependência pode ser desenvolvida de uma forma mais veloz, levando o indivíduo a um consumo cada vez maior da droga e, consequentemente, prejudicando a sua saúde e a sua vida.

Quanto ao tratamento, ele pode acontecer em uma clínica de reabilitação, onde o indivíduo passará por:

  • Processo de desintoxicação: Por meio da administração de medicamentos específicos, o indivíduo passará pela desintoxicação, até que o seu organismo se equilibre, o máximo que puder, sem o consumo do entorpecente.
  • Conscientização: Nessa etapa o sujeito recebe todo o suporte para se conscientizar de sua condição. Compreende os gatilhos por trás do consumo, para que possa “defender-se” deles, além de receber todo o apoio diante de suas dúvidas.
  • Ressocialização e psicoterapia: Já na ressocialização, por meio do suporte terapêutico é possível trabalhar o resgate das habilidades sociais, emocionais e até mesmo desenvolver mais autoconhecimento. Tudo isso visando o restabelecimento da qualidade de vida.

3- Maconha skank – Maconha tipo skank

Mas afinal, o que é a maconha skank? Podemos dizer que ela é uma versão mais intensa da maconha comumente utilizada. Isso porque ela passa por diversos tipos de intervenções e cruzamentos entre plantas, até chegar ao seu estado final, ou seja, “mais potente”. 

A potência é medida por meio da análise de concentração do princípio ativo presente na maconha, o THC, que aparece sete vezes mais forte nessa droga.

4- Skank droga efeitos colaterais

Os efeitos colaterais podem ser sentidos de maneira intensa, uma vez que a droga é mais forte do que a maconha comum. Além disso, os danos para o corpo e para o cérebro também tendem a ser mais “potentes”. 

O indivíduo percebe um maior número de lapsos de memória; aumenta a ansiedade; sente-se mais descontrolado e pode ficar diante de uma psicose proveniente do consumo, uma vez que a supermaconha aumenta as chances de desenvolvimento desse problema.

5- Skank droga tratamentos

Como já mencionamos ao longo do texto, o tratamento deve acontecer com o acompanhamento de um profissional habilitado, especialmente que esteja vinculado a uma clínica de reabilitação.

Assim, dependendo do caso, o sujeito pode vir a ser internado, ou não, recebendo o atendimento qualificado e adequado para o seu caso.

Aqui ele passará pelo processo de desintoxicação e toda a sua saúde mental, e autoconhecimento serão levados em conta, estabelecendo caminhos que aumentem o bem-estar e a qualidade de vida.

6- Por que o Skunk não é uma maconha mais forte?

Na realidade, muitas pessoas associam o skunk a uma “maconha mais potente”, por diversos motivos. Veja alguns deles:

  • O princípio ativo encontrado na maconha também é encontrado no skunk. Porém, este segundo apresenta um índice 7 vezes maior do que o encontrado na droga comum.
  • Os efeitos sentidos são semelhantes aos provocados pela maconha comum, com o adendo de que neste caso eles podem ser mais intensos. 
  • A sensação provocada pelo consumo pode ser semelhante, mas novamente reiteramos que essa maconha tende a ser mais forte e intensa. 
  • Ambas as drogas são retiradas da Cannabis.

7- O primeiro “Skunk” na história da Cannabis?

Skunk, que significa “gambá” em português, nos dá a entender que a droga possui um odor mais forte do que a maconha comum. Daí originou-se o seu nome.

Possivelmente a sua origem ocorreu nos Estados Unidos, porém, mais tarde o seu desenvolvimento aconteceu através de cultivadores neerlandeses.

As primeiras produções eram “híbridas”, ou seja, recebiam a mistura de dois tipos de Cannabis: Cannabis sativa e Cannabis indica.

8- Quais são os efeitos da droga skunk?

Como apresentamos no decorrer deste texto, os efeitos da droga skunk são bem semelhantes aos conhecidos efeitos da maconha. Porém, com um adendo muito importante: a intensidade desses efeitos tende a ser muito maior, uma vez que a skank possui uma concentração do princípio ativo da Cannabis 7 vezes maior do que o da maconha mais conhecida.

Sendo assim, o consumo é ainda mais arriscado para a saúde física e mental, expondo o sujeito à ansiedade, danos neurais, fome excessiva, pupila dilatada, problemas de memória, alucinações, psicoses, entre outros efeitos.

Fique atento quanto a isso e busque ajuda se sentir necessidade. Você não precisa lidar com a dependência química sozinho! Nós estamos aqui para, justamente, lhe ajudar nesse processo. Conte conosco!

Referências

Skank – Efeitos colaterais do Skank. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/drogas/skank.htm> Acesso em 14 out. 2021.

Skunk. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Skunk> Acesso em 14 out. 2021.

Skank. Disponível em: <​​https://mundoeducacao.uol.com.br/drogas/skank.htm> Acesso em 14 out. 2021.

Maconha mais potente triplica risco de psicose, diz estudo. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/02/150216_maconha_pesquisa_hb> Acesso em 14 out. 2021.

Camila da Silva
Psicóloga (CRP12/17354). Acadêmica de Letras/ Português. Psicanalista em Formação.

Acesse nosso site: www.interhelpinternacao.com.br  
FALE CONOSCO: 0800 500 9945

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.