Quando e por que procurar um psiquiatra?

Quando e por que procurar um psiquiatra

Públicado em: 26 de novembro de 2021

Última Atualização em: 26 de novembro de 2021

Muitas pessoas têm dúvidas acerca de quando e por que procurar um psiquiatra. Isso pode ser uma das consequências da psicofobia que vemos em nossa sociedade, ou seja, do preconceito com as pessoas que têm doenças mentais. 

Além disso, as pessoas ainda acreditam que a busca por um psiquiatra é feita apenas no caso de “loucura”, por exemplo, o que não é verdade.

Uma série de situações pode tornar o trabalho do psiquiatra essencial na vida de uma pessoa. E é sobre isso que discutimos no conteúdo de hoje. Acompanhe para saber mais.

Conteúdo que será abordado:

  • Quando e por que procurar um psiquiatra?
  • Mas quando devo procurar um psiquiatra?
  • Psiquiatra ou psicólogo: Qual a diferença?
  • Quais são os sinais e sintomas para procurar um psiquiatra?
  • Mas o que o psiquiatra trata?
  • O psiquiatra também é um médico que trata depressão?
  • Como o psiquiatra avalia o paciente e identifica os transtornos mentais?
  • Quais são os transtornos mentais mais frequentes e que merecem atenção?
  • Como um médico psiquiatra avalia um paciente?
  • O que acontece na primeira consulta ao psiquiatra?
  • Quanto custa uma consulta com um psiquiatra?

Mas quando devo procurar um psiquiatra?

A busca por um psiquiatra pode acontecer em circunstâncias nas quais:

  1. Você sente que necessita de um suporte nesse sentido.
  2. Você tem apresentado sintomas que podem estar associados com questões emocionais/mentais.

Dentre os sintomas que citamos, pode-se observar:

  • Distúrbios do sono causados por questões emocionais.
  • Problemas digestivos sem causa fisiológica.
  • Dificuldade para controlar emoções: irritabilidade, choro excessivo, cansaço intenso, etc.
  • Dificuldade para se concentrar, executar tarefas simples.
  • Perda de interesse em atividades antes prazerosas.
  • Sinais de psicossomatização intensa, como por exemplo, enxaqueca constante, dores inexplicáveis, etc.
  • Está sofrendo de alguma dependência química, como por exemplo, alcoolismo.
  • Entre outros sinais.

Psiquiatra ou psicólogo: Qual a diferença?

Entender a diferença entre psicólogo e psiquiatra também é importante. Assim você poderá selecionar o profissional mais interessante para o seu caso, ou investir no tratamento multidisciplinar. Veja:

  • Psicólogo: Profissional responsável pelos cuidados com a saúde mental, tendo conhecimentos profundos sobre o psíquico, as emoções, etc. É ele quem maneja o processo psicoterapêutico e parte do preceito de “cura pela palavra”. Isso quer dizer que a conversa, as ferramentas de suporte (como tarefas) e outras medidas de elaboração das emoções serão usadas durante a terapia.
  • Psiquiatra: O psiquiatra é um médico que tem o conhecimento profundo acerca do funcionamento físico do cérebro. Ou seja, ele trata algo mais “palpável”. Também pode prescrever medicamentos, coisa que um psicólogo não pode.

Quais são os sinais e sintomas para procurar um psiquiatra?

Você deve estar se perguntando: mas quais os sinais de que devo procurar um psiquiatra? O que levar em conta? 

Como mencionamos anteriormente, neste mesmo artigo, você pode simplesmente sentir a necessidade de buscar o suporte psiquiátrico, ou pode estar notando diversos sintomas recorrentes em sua vida.

Alguns dos sintomas podem ser: ansiedade, estresse, irritabilidade, cansaço mental, tristeza profunda, dificuldades para concentrar, questões de psicossomatização, entre outras variáveis. 

Mas o que o psiquiatra trata?

O psiquiatra trata doenças, transtornos e distúrbios mentais. Ele poderá prescrever medicamentos que sejam adequados para cada caso, fazendo o acompanhamento periódico da evolução do paciente.

Isso quer dizer que, inclusive, o psiquiatra pode sugerir que o indivíduo busque auxílio psicológico por meio da psicoterapia com um psicanalista ou psicólogo. Afinal, a terapia e a medicação, caminhando lado a lado, podem promover resultados ainda mais efetivos.

O psiquiatra também é um médico que trata depressão?

Sim. O psiquiatra pode tratar a depressão e prescrever medicamentos adequados para cada situação. Assim, ele oferece o suporte que o indivíduo pode necessitar para atravessar a crise depressiva vivida.

Como o psiquiatra avalia o paciente e identifica os transtornos mentais?

O método de avaliação pode variar partindo de dois pontos: atendimento de emergência ou atendimento agendado.

No primeiro, a avaliação será mais pontual e o psiquiatra poderá se ater aos sintomas mais emergentes. Enquanto que no segundo caso o médico poderá fazer uma análise mais profunda, conhecendo mais sobre o paciente e sua própria história.

Por meio da anamnese, ele poderá coletar informações importantes sobre o paciente. Depois, poderá fazer um exame físico e solicitar exames laboratoriais de imagem cerebral. Dessa forma conseguirá investigar a origem dos sintomas, detectar e constatar a presença de doenças e, assim, fechar diagnósticos precisos.

É através desse diagnóstico que ele poderá traçar o plano de tratamento, sempre adequado às necessidades específicas daquele paciente em questão.

Quais são os transtornos mentais mais frequentes e que merecem atenção?

Quando pensamos em transtornos mentais mais frequentes, podemos destacar:

  • Transtorno Bipolar;
  • Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade;
  • Transtornos de humor;
  • Dependências químicas;
  • Transtornos de ansiedade;
  • Esquizofrenia;
  • Entre outros. 

Todos os casos de transtorno mental merecem atenção, uma vez que o tratamento é capaz de desencadear mais qualidade de vida e bem-estar para o indivíduo em questão. 

Como um médico psiquiatra avalia um paciente?

Como mencionamos acima, é preciso que o médico faça uma anamnese do paciente. Assim, se fôssemos pontuar como funciona a avaliação do psiquiatra, poderíamos colocar da seguinte maneira:

  • Anamnese e entrevista inicial: Aqui o médico poderá coletar informações sobre a queixa do paciente e saber mais sobre os seus sintomas.
  • Exame físico: A fim de detectar sinais e sintomas importantes.
  • Exame de imagem cerebral: O médico poderá solicitar outros exames, como o de imagem cerebral, a fim de constatar um diagnóstico mais qualificado.
  • Outros exames: Em alguns casos, outros exames podem ser solicitados, a fim de avaliar se a questão mental está associada a outras doenças, por exemplo. 

Vale ressaltar que alguns exames não terão resultado imediato e, nesses casos, a necessidade de retorno ao médico será solicitada.

O que acontece na primeira consulta ao psiquiatra?

A primeira consulta é bastante tranquila, e embora as pessoas criem tabus e tenham medo dela, nada demais acontece.

Basicamente, você poderá relatar ao médico psiquiatra quais são os sintomas que você tem vivenciado, além de falar um pouco mais sobre você, sua rotina, saúde, etc.

Depois disso, o médico poderá fazer um exame físico ou solicitar que você faça outros exames. 

Assim, depois de fazer esses exames, você poderá retornar ao psiquiatra com os resultados e, dessa maneira, receber a prescrição de um tratamento, se necessário.

Mais informações acesse:

Médico psiquiatra: o que esperar de uma primeira consulta

Quanto custa uma consulta com um psiquiatra?

O valor da consulta com um psiquiatra pode ser bem variável. Por isso, é muito importante que você pesquise os preços das clínicas em sua região. Mas esteja ciente de que a média é de R$200,00, aproximadamente.

Vale ressaltar, ainda, que alguns órgãos públicos oferecem suporte para a saúde mental, como no caso do CAPS. Informe-se na sua cidade para saber como você pode requerer o tratamento gratuito.

Mais informações acesse:

Quanto custa internar em uma clínica psiquiátrica?

Conclusão final

Ficou evidente que o momento de procurar um psiquiatra pode variar de pessoa para pessoa. Além disso, o porquê é muito simples: trata-se de um passo em prol do seu próprio bem-estar e de sua saúde mental.

Sendo assim, se você acha que é o momento ideal para iniciar um tratamento, vá em frente! Desse modo você poderá receber o amparo profissional que precisa.

Referências

Avaliação médica do paciente com sintomas mentais. Disponível em: <https://www.msdmanuals.com/pt-br/profissional/transtornos-psiqui%C3%A1tricos/abordagem-ao-paciente-com-sintomas-mentais/avalia%C3%A7%C3%A3o-m%C3%A9dica-do-paciente-com-sintomas-mentais> Acesso em 25 nov. 2021.

What Is Psychiatry? Disponível em: <​​https://www.psychiatry.org/patients-families/what-is-psychiatry-menu> Acesso em 25 nov. 2021.

What Is a Psychiatrist? And How Are They Different from Psychologists? Disponível em: <https://www.healthline.com/health/mental-health/what-is-the-difference-between-a-psychologist-and-a-psychiatrist> Acesso em 25 nov. 2021.

Conteúdo revisado por: Camila da Silva
Psicóloga (CRP12/17354). Acadêmica de Letras/ Português. Psicanalista em Formação.

Acesse nosso site: www.interhelpinternacao.com.br  
FALE CONOSCO: 
0800 500 9945

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.