O que o álcool pode causar na vida das pessoas? 10 dicas importantes para lidar com um alcoólatra

O que o álcool pode causar na vida das pessoas

Públicado em: 16 de junho de 2020

Última Atualização em: 18 de novembro de 2021

O que o álcool pode causar na vida das pessoas? De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), não há um padrão especifico de consumo de álcool que seja seguro e livre de riscos à saúde.

O consumo excessivo e prolongado de bebidas alcoólicas se caracteriza no quadro de alcoolismo, quando se torna uma dependência na vida da pessoa. Há diversos motivos que levam uma pessoa a beber compulsivamente, tais como:

  • Problemas emocionais
  • Frustrações
  • Desemprego
  • Danos nos relacionamentos
  • Danos profissionais

…E entre outros fatores que podem fazer com que um indivíduo busque refúgio no consumo das bebidas alcoólicas – com a sensação de solução para os problemas -, quando na verdade é a porta de entrada para o agravamento da situação e a dependência alcoólica. Os efeitos do álcool são diferentes em cada indivíduo, mesmo em quantidades iguais.

  1. Não confronte a pessoa. Tente demonstrar que está ao lado dela, e não tentando reprimi-la.
  2. Jamais faça algum tipo de chantagem emocional. Isso pode piorar a situação.
  3. Tenha paciência. O processo de recuperação não acontece da noite para o dia.
  4. Saiba escutar as angústias do sujeito, a fim de fazê-lo se sentir mais confortável.
  5. Procure aprender mais sobre a desintoxicação. Isso poderá ajudar na hora de lidar com o indivíduo.
  6. Incentive a procura por ajuda, seja em clínica de reabilitação ou em psicoterapia, por exemplo.
  7. Demonstre preocupação e carinho pela pessoa. Ela precisa compreender que você está ao lado dela. 
  8. Evite os gatilhos emocionais envolvidos com o consumo do álcool, a fim de preservar a pessoa.
  9. Tente conscientizar o dependente sempre que possível, demonstrando as consequências do consumo, de uma forma respeitosa e sem um tom irônico do tipo “eu avisei”. 
  10. Se perceber que a pessoa está correndo risco de vida, busque ajuda em uma clínica de reabilitação.

 

Quais os danos que o álcool pode causar?

O álcool pode causar uma série de danos em nossa saúde física e emocional. 

No que tange ao organismo, ele pode desencadear:

  • Desnutrição, uma vez que pode atrapalhar a absorção de nutrientes. 
  • Comprometer as funções do nosso sistema digestivo de forma geral.
  • Causar hepatite alcoólica, por conta de uma doença inflamatória severa do fígado.
  • Cirrose, causando lesões hepáticas irreversíveis.
  • Comprometimento de funções cerebrais, como memória e raciocínio. Há algumas pessoas, inclusive, que chamam essa condição de “demência alcoólica”.

Isso sem contar que o álcool pode provocar acidentes de trânsito, ser o estopim de brigas, causando outros danos ao corpo do indivíduo.

E quando pensamos nas questões emocionais, o álcool também pode ser prejudicial. Isso porque ele pode provocar:

  • Ansiedade.
  • Comportamentos agressivos.
  • Depressão.
  • Sentimento de culpa depois de consumir a bebida.
  • Entre outros efeitos que impactam a saúde emocional, como o desequilíbrio familiar, por exemplo.

Quais as causas e consequências do consumo de álcool?

As causas do consumo de álcool são bem subjetivas. Há quem inicie o consumo apenas de maneira recreativa, enquanto algumas pessoas buscam “afogar as tristezas”, usando o álcool como meio de aliviar dores emocionais.

Porém, à medida que o consumo se torna recorrente e cada vez maior, o corpo pode se adaptar à presença da substância. E isso, com o passar do tempo, faz com que o indivíduo comece a se tornar dependente da bebida alcoólica.

Consequentemente, o consumo se torna cada vez mais “necessário”. E, com o passar do tempo, as consequências da ingestão podem ser diversas, incluindo doenças graves e até a morte.

Quais as consequências do uso excessivo do álcool para a sociedade?

Se pensarmos no quanto o álcool pode desencadear efeitos nocivos na vida dos sujeitos, devemos ter em mente, ainda, a vida em sociedade. Ou seja, um alcoólatra não sofre sozinho. Com ele, toda a sua família, amigos, vizinhos e até mesmo pessoas da região em que mora, podem sofrer.

Isso aumenta ainda mais o círculo de sofrimento se pensarmos na violência e nos acidentes provocados pelo consumo exagerado de álcool.

Ou seja, o alcoolismo já é uma questão de saúde pública. Devemos buscar a conscientização e os cuidados nesse sentido, a fim de promover a qualidade de vida de todas as pessoas.

Mas quais são as consequências do alcoolismo na vida de uma pessoa?

Em relação à saúde física, o consumo do álcool em excesso e frequentemente pode causar alguns dos seguintes riscos:

Câncer – Há vários tipos de câncer associados ao álcool, como de estômago, boca, laringe, fígado e dentre outros.

Diabetes – O consumo frequente do álcool pode desencadear inflamação no pâncreas, levando ao desenvolvimento da diabetes.

Doenças do fígado – Como o álcool é metabolizado pelo fígado, há um risco considerável do órgão ser lesionado. A doença alcoólica do fígado é decorrente do consumo de vários anos do álcool. Estima-se que em 40% dos casos, a hepatite alcoólica pode evoluir para a cirrose – uma inflamação crônica irreversível do fígado.

Problemas gastrointestinais – O consumo exacerbado do álcool pode provocar lesões e inflamação no aparelho digestivo, como esôfago e estomago. Também, há risco de desenvolvimento de úlceras.

Problemas cardíacos e vasculares – O álcool oferece riscos a pressão arterial, que pode causar hipertensão. O seu uso prolongado aumenta o colesterol, triglicerídeos e à alteração no funcionamento de plaquetas. Também, pode desencadear arritmias, infartos agudos e inflamação do músculo cardíaco, além de aumentar o risco de acidente vascular cerebral (AVC).

Prejuízos cerebrais – O uso excessivo do álcool pode interferir em mecanismos cerebrais, causando dificuldades no raciocínio, problemas de insônia, diminuição dos reflexos, alteração do senso de perigo e comportamento.

Em alguns casos, há chances também do desenvolvimento de quadros de demência. Já na vida social, o consumo excessivo do álcool pode causar alguns dos seguintes problemas:

Acidentes de trânsito – Frequentemente, há notícias de acidentes de trânsito relacionadas ao o uso de bebidas alcoólicas. A imprudência de dirigir, após o consumo do álcool, coloca em risco a própria vida e também de outras pessoas.

Confusão mental e desorientação – O álcool pode causar confusão mental e desorientação, causando desequilíbrio, falta de agilidade, perda da consciência e dificuldades de voltar para casa.

Prejuízos a vida profissional ou acadêmica – A pessoa que enfrenta a dependência do álcool pode deixar de realizar tarefas comuns, prejudicando assim a sua carreira profissional ou acadêmica, uma vez que o frequente estado de embriaguez desencadeia ausências constantes nos compromissos diários.

Problemas na vida social – O álcool prejudica as relações sociais, já que causa não só o sofrimento na pessoa que enfrenta a dependência, mas também em todos que fazem parte de sua vida, como familiares e amigos.

Precisa de ajuda ou conhece alguém que está enfrentando essa situação?
+Leia também: Clínica de reabilitação para alcoólatras
Para saber mais informações, fale conosco.
Acesse nosso site: www.interhelpinternacao.com.br 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.