Êxtase droga: O que é, efeitos e muito mais

Êxtase droga

Públicado em: 24 de novembro de 2021

Última Atualização em: 24 de novembro de 2021

Fabricada em laboratório, o êxtase droga é um entorpecente sintético com princípio ativo da metilenodioximetanfetamina, também chamada de MDMA. Trata-se de um tipo de estimulante, capaz de provocar efeitos intensos no organismo e cérebro do usuário.

Para tirar todas as suas dúvidas sobre este tema, unimos os principais questionamentos acerca do assunto. Acompanhe e fique por dentro.

Conteúdo que será abordado:

  • O que significa êxtase droga?
  • Quais são os efeitos colaterais da droga êxtase?
  • O que significa o êxtase como mecanismo de ação?
  • Quais são os tipos de êxtase?
  • O que é o comprimido do êxtase?
  • Quais são os sintomas do êxtase?
  • Que tipo de droga é o êxtase?
  • Por que o êxtase é chamado de balinha
  • Por que o êxtase é chamado de droga do amor?
  • Quais são os impactos sociais do êxtase?
  • Quais são as consequências do uso do êxtase?
  • Quais são os danos que causa ao dependente químico?
  • Quais são os aspectos importantes que precisamos entender?
  • Como e onde procurar tratamento para usuários do êxtase?
êxtase droga

O que significa êxtase droga?

Êxtase droga nada mais é do que um entorpecente estimulante, que age diretamente no Sistema Nervoso Central do indivíduo. Trata-se de um tipo de anfetamina, que promove efeitos parecidos com outras drogas alucinógenas.

Costuma ser comercializado em forma de comprimido, ficando com uma aparência de “bala”. Mas também pode ser inalado ao ser adquirido na forma de pó.

Dificilmente você encontrará êxtase puro, devido ao investimento feito pelos traficantes. Isso quer dizer que a substância sofre adulterações, com o acréscimo de cocaína e cafeína, por exemplo. Resultando, assim, em uma droga ainda mais prejudicial à saúde. Não é à toa que se trata de uma droga ilícita.

Quais são os efeitos colaterais da droga êxtase?

Os efeitos colaterais da droga êxtase podem ser os seguintes:

  • Ansiedade excessiva;
  • Náuseas;
  • Sudorese a ponto de causar desidratação;
  • Batimentos cardíacos acelerados;
  • Paranóia;
  • Psicose e alucinações;
  • Secura na boca;
  • Perda temporária da visão;
  • Distúrbios de sono;
  • Atitudes bizarras;
  • Comportamentos fora do comum;
  • Dores musculares;
  • E, em doses altas, a overdose pode acontecer.

O que significa o êxtase como mecanismo de ação?

Significa que o êxtase age diretamente sobre os neurotransmissores presentes em nosso cérebro, causando a liberação de serotonina, dopamina e norepinefrina. Estes envolvem-se diretamente com o humor, sono e apetite do indivíduo.

Quais são os tipos de êxtase?

Existem diversos tipos de êxtase, cada qual com sua coloração e desenhos impressos. Os mais comuns são:

  • Metilenodioxietanfetamina (mdea);
  • Metanfetaminas;
  • Anfetamina;
  • Paracetamol
  • Cafeína;
  • Ketamina.

O que é o comprimido do êxtase?

O comprimido do êxtase é a droga transformada em uma espécie de “bala”. 

Quais são os sintomas do êxtase?

Os sintomas geralmente são:

  • Perda de memória;
  • Confusão mental;
  • Dificuldade para tomar uma decisão simples;
  • Ataques de pânico;
  • Paranóia;
  • Impulsividade;
  • Alucinações;
  • Despersonalização;
  • Comportamentos bizarros;
  • Entre outros efeitos que variam de acordo com a quantidade de droga ingerida.

Que tipo de droga é o êxtase?

O êxtase é considerado uma droga estimulante que atua diretamente no Sistema Nervoso Central do indivíduo.

Por que o êxtase é chamado de balinha?

Justamente porque a sua aparência é a de uma balinha. O êxtase, nesse caso, pode ser encontrado em diversos formatos, com diversos desenhos impressos e em cores variadas.

Se o compararmos com uma bala comum, de açúcar, perceberemos certas semelhanças. No entanto, a composição, obviamente, é divergente. 

Por que o êxtase é chamado de droga do amor?

Por estimular a libido e ser visto como um entorpecente afrodisíaco, o ecstasy também é chamado de droga do amor. Isso, inclusive, pode colocar a vida do indivíduo em risco, uma vez que aumenta o índice de relação sexual impulsiva e sem os devidos cuidados.

Quais são os impactos sociais do êxtase?

O ecstasy não impacta apenas o usuário que o consome. Mas sim, todos à sua volta. A família passa a sofrer com a dependência do indivíduo; o trabalho começa a ser impactado e todas as interações sociais começam a se respaldar no consumo da droga.

No longo prazo, o êxtase pode servir como porta de entrada para drogas mais pesadas, o que prejudica ainda mais a saúde do indivíduo. Com o passar do tempo, doenças graves vão se desenvolvendo e o sujeito passa a necessitar de acompanhamento médico.

Consequentemente, o consumo da droga se torna um problema de saúde pública. Toda a sociedade sofre quando um indivíduo se vê dependente químico e, por isso, todos nós devemos fazer a nossa parte de: conscientizar, disseminar informações (como este conteúdo) e procurar ajuda profissional quando necessário.

Quais são as consequências do uso do êxtase?

As consequências do uso de ecstasy são diversas. Elas podem aparecer tanto na saúde física, mental e social do sujeito. Isso quer dizer que muitas áreas de sua vida podem ser impactadas negativamente. Veja alguns exemplos:

  • Problemas físicos: Náuseas, batimentos cardíacos descompassados, redução do apetite, desidratação, vômitos, alterações respiratórias, dores no corpo, tremores, sudorese, etc.
  • Problemas psíquicos: Confusão mental, comportamentos bizarros, ansiedade, depressão, angústia, paranóia, etc.
  • Problemas sociais: Dificuldade para socializar e agir de forma coerente na sociedade; dificuldade para trabalhar e interagir com outras pessoas; etc.

Quais são os danos que causa ao dependente químico?

Os danos podem ser respaldados nos efeitos que citamos no tópico anterior. Ou seja, tanto a vida pessoal, profissional e amorosa do indivíduo podem ser impactadas. Assim como o bem-estar físico, mental e financeiro também podem sofrer impactos nocivos por conta da dependência química.

Justamente por conta disso que a busca por ajuda é fundamental.

Quais são os aspectos importantes que precisamos entender?

Precisamos compreender que um dependente químico é uma pessoa que necessita de ajuda, uma vez que a dependência é considerada uma doença e precisa de tratamento.

Assim, caso na sua família você se depare com um dependente no ecstasy, não fique julgando ou discriminando. Mas sim, ofereça auxílio e tente dar a ele o suporte ideal para buscar ajuda profissional.

Como e onde procurar tratamento para usuários do êxtase?

Uma clínica de reabilitação para dependentes químicos é muito válida nessa situação. Você pode contar com a ajuda da Interhelp para encontrar a melhor clínica perto de você. Nossa equipe de especialistas está pronta para lhe ajudar nesse sentido. Conte com a gente e entre em contato agora mesmo!

Conclusão final

A dependência no êxtase droga pode ser muito prejudicial para a saúde do sujeito dependente e de todos à sua volta. Buscar ajuda profissional é um excelente caminho para evitar os efeitos mais severos da droga. Conte conosco para que este objetivo seja alcançado da melhor maneira possível!

Referências

O ecstasy é a pílula do amor – Super Interessante. Disponível em: <https://super.abril.com.br/comportamento/o-ecstasy-e-a-pilula-do-amor/> Acesso em 22 nov. 2021.

Ecstasy: Farmacologia e Complicações Relacionadas ao Consumo. Disponível em: <https://www.uniad.org.br/wp-content/uploads/2009/04/MDMA.pdf> Acesso em 22 nov. 2021.

Êxtase (MDMA): efeitos farmacológicos e tóxicos, mecanismo de ação e abordagem clínica. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/rpc/a/nH5gDrCTgCb3qkhW5Xcd89k/?lang=pt&format=pdf#:~:text=O%20MDMA%20interfere%20em%20v%C3%A1rios,do%20sistema%20nervoso%20aut%C3%B4nomo1%2C3.> Acesso em 22 nov. 2021.

MDMA (Ecstasy/Molly) DrugFacts. Disponível em: <https://www.drugabuse.gov/publications/drugfacts/mdma-ecstasymolly> Acesso em 22 nov. 2021.

Conteúdo revisado por: Camila da Silva
Psicóloga (CRP12/17354). Acadêmica de Letras/ Português. Psicanalista em Formação.

Acesse nosso site: www.interhelpinternacao.com.br  
FALE CONOSCO: 
0800 500 9945

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *