Conheça as principais drogas recreativas e seus efeitos
Drogas recreativas

Conheça as principais drogas recreativas e seus efeitos

Públicado em: 27 de março de 2021

Última Atualização em: 27 de março de 2021

As drogas recreativas fazem parte da sociedade moderna. Com isso, muitas pessoas fazem uso dessas substâncias e geram muito sofrimento para si e para seus entes queridos.

Como essas drogas têm efeitos pesados no organismo humano, consumi-las pode ter graves consequências.

No entanto, a sensação de prazer que elas proporcionam atraem muitos usuários e geram várias consequências a nível social.

Para entender mais sobre os efeitos das drogas recreativas, leia este texto e conheça melhor este assunto.

O que são drogas recreativas?

O termo “drogas recreativas” é utilizado para descrever substâncias entorpecentes que podem ser legais ou ilegais. Normalmente, essas drogas são consumidas sem a permissão de um profissional da saúde.

Apesar de seu nome, o uso dessas drogas não tem nada de recreativo. Na verdade, essas substâncias são muito perigosas e podem causar vários problemas, inclusive a morte do usuário. Em geral, as drogas recreativas são altamente viciantes.

Quai o siginificado das drogas recreativas?

A expressão “drogas recreativas” representa as drogas legais ou ilegais que são utilizadas sem o acompanhamento de um profissional da saúde

Qual o perigo das drogas recreativas?

Mesmo que essas drogas sejam consumidas esporadicamente, elas podem gerar diversos problemas. O uso de drogas recreativas pode piorar os sintomas da depressão e causar ansiedade patológica.

Ademais, essas drogas podem gerar alucinações, psicose, perda do senso crítico, queda dos dentes e pensamentos suicidas.

Quais são as principais drogas recreativas e seus efeitos no corpo?

Existem várias drogas recreativas e cada uma delas pode causar um tipo de problema no corpo humano.

Para entender os problemas que algumas dessas drogas causam, veja a lista abaixo

  • Ecstasy;
  • Maconha;
  • Cogumelos mágicos;
  • Metanfetamina;
  • Cocaína;
  • Drogas recreativas significado;
  • Drogas recreativas legais.

Também chamada de MDMA, essa droga gera um grande sentimento de euforia no adicto. Contudo, ela também gera desidratação e eleva a temperatura corporal. Essa combinação é suficiente para gerar um derrame cerebral no usuário.

Além disso, o ecstasy causa enjoos, aumenta a pressão sanguínea e a sensação de cansaço. Em alguns casos, essa droga pode causar surtos psicóticos, especialmente se a pessoa tiver histórico familiar de doença mental.

Maconha

Apesar dessa droga nunca ter matado alguém, isso não significa que ela não cause sensações ruins. O vício em maconha pode causar doenças pulmonares, danos cerebrais irreversíveis e perda permanente do senso crítico. Em alguns casos, o uso dessa droga pode gerar surtos psicóticos

Cogumelos mágicos

Esses cogumelos têm uma substância chamada psilocibina. Essa substância é a principal responsável pelos adictos verem a realidade de modo distorcido. O efeito desses cogumelos é parecido com o do LSD, pois ambos são alucinógenos.

Como a psilocibina atua na região cerebral responsável pelos sonhos, muitos usuários desse cogumelo se veem dentro de um sonho quando usam esse vegetal.

Quando isso acontece, os adictos perdem o senso de realidade, adquirem perturbação mental e começam a ter surtos psicóticos. Com o passar do tempo, muitos usuários desses cogumelos adquirem problemas de visão.

Metanfetamina

Essa droga causa uma falsa sensação de energia e excesso de atenção. Contudo, ela também pode gerar parada cardíaca, infartos e derrames.

Além disso, a metanfetamina causa insônia e problemas cognitivos. A razão para todos esses sintomas é a elevação dos batimentos cardíacos e da pressão sanguínea.

Cocaína

Os efeitos da cocaína costumam ser irreversíveis. O usuário pode ter surtos psicóticos, derrames, infartos, agressividade extrema e até mesmo queda dos dentes. Quando misturada com outras drogas, tipo o álcool, a cocaína pode gerar ataques cardíacos.

Em longo prazo, o uso dessa droga causa a perda do olfato, dificuldade para engolir e lesões permanentes no nariz e na boca

Drogas recreativas legais

As drogas recreativas legalizadas são o álcool e o cigarro. No caso do álcool, o consumo inicial gera uma sensação de segurança e torna a pessoa muito desinibida.

Contudo, quando o consumo se torna desenfreado, o usuário pode se tornar muito agressivo ou entrar numa tristeza profunda, tornando-se depressivo. Essa substância pode causar cirrose hepática, hipertensão e problemas cardíacos.

Por sua vez, o cigarro é uma combinação de várias substâncias cancerígenas. O consumo contínuo desse item causa perda de resistência respiratória, irritação na garganta e grandes prejuízos aos pulmões. Com isso, o adicto pode desenvolver enfisema ou câncer.

Lista de drogas recreativas

A seguir, veja uma lista com vários nomes de drogas recreativas tradicionais:

  • Maconha;
  • Tabaco;
  • Álcool;
  • Cocaína;
  • Crack;
  • Ecstasy;
  • LSD;
  • Inalantes;
  • Heroína;
  • Barbitúricos;
  • Morfina;
  • Haxixe;
  • Chá de cogumelo;
  • Anfetaminas;
  • Clorofórmio;
  • Ópio.

Além das drogas mais conhecidas, existem oito tipos de novas drogas que estão se espalhando ao redor do planeta. Abaixo, veja quais são:

  • Krokodil;
  • Maconha sintética;
  • Special-k;
  • DOB;
  • Pó de anjo;
  • Flakka;
  • Miau miau (mefedrona);
  • NBOMe.

HIV e drogas recreativas

Algumas drogas fazem as pessoas perderem o senso crítico. Com isso, há uma grande chance delas contraírem HIV, pois com o senso reduzido, os adictos dificilmente pensam nas consequências de seus atos.

Em outras palavras, usuários de drogas não se preocupam em usar preservativos e muito menos com a escolha do parceiro sexual. Eles simplesmente transam e “deixam a coisa rolar”.

Além disso, também há o risco dos viciados contraírem HIV por meio das drogas injetáveis, já que seringas podem ser altamente contagiosas.

Consumo de drogas recreativas e a saúde dos olhos

O álcool e o tabaco estão muito relacionados à perda progressiva de visão, especialmente quando a pessoa chega à fase idosa. Essas substâncias aceleram o envelhecimento e provocam o surgimento de problemas como a catarata e a degeneração da retina.

A necessidade do tratamento

Como foi mostrado anteriormente, as drogas causam vários prejuízos na vida dos adictos. Por conta disso, é muito importante incentivá-los a buscar tratamento, pois isso pode salvar a vida deles.

É preciso mostrar ao dependente químico que ele não precisa morrer nas drogas, pois a vida dele vale muito mais que isso.

Para encontrar uma boa clínica para reabilitação de dependentes químicos, conte com a Interhelp Internação.

Como essa clínica só contrata excelentes profissionais, os serviços prestados por ela são ótimos. Afinal de contas, uma clínica de qualidade contribui muito para a recuperação do dependente.

Links úteis:

www.who.int/eportuguese/countries/bra/pt/

https://saude.gov.br

www.cvv.org.br

Referências:

“Que produtos químicos estão na maconha e seus subprodutos”, Charles Ksir, PhD

“DrugFacts: é medicina da maconha?” Instituto Nacional sobre Abuso de Drogas, Jul 2015

“DrugFacts: Marijuana”, Instituto Nacional sobre Abuso de Drogas, Dez 2012

“O que há de errado com a maconha?” o Trompete, Fevereiro de 2013

Baillargeon, J.; Giordano, T.P.; Rich, J.D.; Wu, Z.H.; Wells, K.; Pollock, B.H.; e Paar, D.P. Acessando terapia antirretroviral após a libertação da prisão. JAMA 301(8):848-857, 2009.

Binswanger, I.A.; Stern, M.F.; Deyo, R.A.; Heagerty, P.J.; Cheadle, A.; Elmore, J.G.; e Koepsell, T.D. Libertação da prisão – um alto risco de morte para ex-presidiários. Novo Engl J Med 356(2):157-165, 2007.

Acesse nosso site: www.interhelpinternacao.com.br 
FALE CONOSCO: 0800 500 9945