Droga Krokodil: O que ninguém te conta

Droga Krokodil

Públicado em: 19 de agosto de 2021

Última Atualização em: 19 de agosto de 2021

A droga krokodil é considerada um dos entorpecentes mais perigosos do mundo. Isso se deve ao fato de a sua composição conter diversas substâncias altamente nocivas para o organismo de qualquer pessoa, como por exemplo, iodo, codeína, gasolina, solvente, heroína e fósforo vermelho.

Por isso, neste conteúdo nós visamos sanar as principais dúvidas sobre o tema, a fim de garantir uma maior conscientização sobre esse importante assunto. Acompanhe e saiba mais.

  • O que é a droga krokodil?
  • Qual é o efeito da droga Krokodil?
  • Consequências do uso do krokodil
  • Qual é o significado do nome da droga Krokodil?
  • Krokodil e as pessoas zumbi – O que é uma droga zumbi?
  • Qual é a droga mais forte do mundo?
  • Qual é a droga mais perigosa do Brasil?
  • Quais são os tipos de tratamento disponíveis?

O que é a droga krokodil?

A  HR l é uma das mais mortais da atualidade, sendo constituída por uma série de produtos químicos.

Tem como base a desomorfina, que embora possa causar uma sensação de prazer momentânea, os efeitos colaterais podem ser rápidos e severos.

A droga é injetada por via intravenosa, e apresenta um potencial altíssimo de dependência química.

Inclusive, pode ser comparada à heroína, que possui características semelhantes. Porém, a krokodil conta com uma composição um pouco diferente, que acaba por deixá-la mais, digamos, “barata”. Como consequência, este entorpecente recebe o nome de “heroína dos pobres”.

Qual é o efeito da droga Krokodil?

Com um efeito que perdura por cerca de uma hora e meia, a krokodil causa sérios impactos na saúde mental e física de qualquer pessoa. Podemos, a partir disso, considerar que os efeitos do uso são:

Efeitos na mente

Induz um efeito ansiolítico, que pode causar paranoia, agitação e delírio. Além disso, várias funções do organismo acabam sofrendo impactos da droga, devido à demora para eliminar-se os produtos químicos da mesma.

Outro efeito bastante conhecido é a agressividade e condutas comportamentais duvidosas, embora estes costumam aparecer quando há um consumo prolongado de krokodil.

Em alguns casos, logo após o consumo o sujeito pode sentir tanto uma agitação intensa, como até ter pensamentos suicidas.

Efeitos no corpo

Os efeitos no corpo tendem a ser os mais assustadores. Isso porque eles acontecem de uma maneira relativamente rápida, o que torna o uso da droga ainda mais mortal.

Dentre os efeitos físicos, podemos citar:

  • Úlceras severas na pele.
  • Decomposição dos músculos, deixando os ossos expostos.
  • Degradação de diversos tecidos, internos e externos.
  • Necrose e gangrena na região da aplicação.
  • Necessidade de amputação de membros.

Consequências do uso do Krokodil

Os prejuízos podem ser tanto mentais, quanto físicos. E como vimos acima, o consumo prolongado pode tornar a situação ainda mais devastadora. No pior dos casos, a morte é dolorosa e repleta de úlceras e machucados por todo o corpo. 

Assim, os efeitos mentais também se tornam um ponto a ser discutido: o terror, a confusão mental e o desespero fazem parte da vida de um indivíduo que usa a droga.

Qual é o significado do nome da droga Krokodil?

Por volta de 1990 a krokodil passou a ser produzida clandestinamente na Rússia. Devido ao baixo custo, passou a ser chamada de “heroína dos pobres”.

Com o passar do tempo, os sinais do consumo da droga passaram a ficar bem demarcados: pele escurecida, descamação, sangramentos e feridas que assemelhavam o corpo dos usuários às escamas dos crocodilos.

Daqui, surgiu o termo de droga “krokodil”, devido ao efeito que causa na pele e nos músculos daqueles que a consomem.

Krokodil e as pessoas zumbi – O que é uma droga zumbi?

A droga krokodil também pode ser caracterizada como “uma droga zumbi”. Isso porque ela provoca a degradação do tecido logo após a sua aplicação, fazendo com que a pessoa “perca” a pele e fique com feridas como se estivesse, de fato, se decompondo. Assemelhando-se assim com “corpos mortos”.

Por isso, muitas vezes as pessoas associam os usuários de krokodil com os zumbis que costumamos ver em situações cinematográficas.

Mas, obviamente, isso não quer dizer que a pessoa já esteja sem vida. Pelo contrário! A degradação e decomposição dos tecidos acontece com o sujeito ainda vivo, causando um sofrimento intenso.

Qual é a droga mais forte do mundo?

Atualmente, a krokodil vem ocupando o topo da lista de drogas mais perigosas do mundo. Isso porque ela é a substância mais intensa e com mais força em todo o planeta. 

Sendo assim, torna-se um problema de absoluta emergência em praticamente todos os países do mundo. Afinal, usuários de krokodil tendem a desenvolver a dependência química de uma maneira muito rápida.

Além disso, os efeitos são tão visíveis que podem ser um verdadeiro pesadelo e terror para qualquer sociedade que visualize e tenha contato com os usuários dessa droga.

Justamente por isso que esta é uma situação que merece conscientização e atenção. Tanto para os usuários buscarem ajuda, quanto para potenciais usuários não experimentarem e consumirem a droga.

Qual é a droga mais perigosa do Brasil?

Não existem dados que apontem uma única droga como sendo a mais perigosa do Brasil. Porém, se analisarmos os efeitos gerados pela droga krokodil, podemos classificá-la, ao menos, como uma das mais perigosas, não só do nosso país, como do mundo.

No entanto, existem outras drogas que também são consideradas como altamente nocivas para qualquer pessoa, como a própria heroína, o crack e até mesmo a cocaína.

Quais são os tipos de tratamento disponíveis?

Assim como acontece em outras situações de dependência química, é necessário tratar os usuários que consomem krokodil. Isso dará subsídios para que eles evitem novas recaídas e possam tratar potenciais ferimentos e decomposições de tecidos que já possam estar acontecendo.

Dessa maneira, o tratamento segue de forma interdisciplinar, atravessando áreas médicas responsáveis pela saúde física e mental, além de até mesmo passar por procedimentos cirúrgicos.

Nos casos em que a decomposição e degradação do tecido cutâneo já está acontecendo, é feita a remoção da área infectada, incluindo enxertos na região. Esse processo cirúrgico é de suma importância para restaurar a qualidade de vida do sujeito.

Em paralelo a isso há o acompanhamento medicamentoso, ou seja, a terapia de substituição e desintoxicação. Essa terapia visa sublimar o desejo de consumo da droga para medicamentos administrados pelo médico, viabilizando a diminuição de recaídas.

Ao mesmo tempo, o acompanhamento psicológico também se faz necessário. Afinal, é a partir desse processo que torna-se possível restabelecer a vida social e resgatar o gerenciamento emocional do sujeito.

Em caso de dúvidas ou necessidade de internação e desintoxicação, entre em contato conosco para que possamos lhe auxiliar nesse momento delicado. Estamos à disposição!

Leia também:

Drogas psicoativas: O que são substâncias psicoativas?

11 Sintomas de quem usa drogas pela primeira vez

Motivação para dependentes químicos

As 15 drogas mais consumidas no Brasil

Conheça os perigos da maconha sintética e qual o tratamento ideal

Transtorno de personalidade esquizoide: Sintomas, Causas e tratamento 

MD droga: Sintomas, causas e tratamentos

Entenda tudo o que acontece com quem cheira pó

Como saber se meu marido usa algum tipo de droga?

Como Ajudar um Dependente Químico: 20 Dicas Importantes

Mescalina: Tudo o que Você Precisa Saber

 

Links úteis:

Ligue 188 – CVV | Centro de Valorização da Vida

Centro de Referência de Assistência Social (CRAS)

Referências:

Jean-Paul C. Grund, http://www.ijdp.org/article/S0955-3959(13)00051-0/abstract Alisher Latypov, http://www.ijdp.org/article/S0955-3959(13 ) 00051-0 / resumo Magdalena Harris) Pior de quebra: O surgimento de krokodil e lesões excessivas entre pessoas que injetam drogas na Eurásia, International Journal of Drug Policy http://www.ijdp.org/issues?issue_key=S0955-3959 ( 13) X0004-0 Volume 24, Edição 4, Páginas 265-274, julho de 2013.

Shuster S. A maldição do crocodilo: a droga de designer mortal da Rússia. Tempo [Internet]. 20 de junho de 2011 [citado em 20 de agosto de 2013]. Disponível em: http://www.time.com/time/world/article/0,8599,2078355,00.html . Acessado em 10 de abril de 2013.

Revisado por: Camila Da Silva: Psicóloga (CRP12/17354)
Confina mais novidades em nosso blog: https://interhelpinternacao.com.br/blog/ 

Dúvidas? Para saber mais, entre em contato conosco.
Acesse nosso site: www.interhelpinternacao.com.br 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.