Depressão em estudantes universitários: Sintomas, causas e tratamento
Depressão em estudantes universitários

Depressão em estudantes universitários: Sintomas, causas e tratamento

Públicado em: 25 de novembro de 2020

Última Atualização em: 25 de novembro de 2020

depressão em estudantes universitários pode ser mais recorrente do que imaginamos. Inclusive, dados do Ministério da Saúde apontam que o suicídio é a quarta causa mais frequente de morte entre jovens. Isso nos dá pistas acerca dos sintomas depressivos que existem dentro de grandes universidades.

A depressão é considerada multifatorial, ou seja, não apresenta uma única causa e efeito. Os níveis de stress e depressão em estudantes universitários são bem altos.

Entretanto, podemos compreender que diante das pressões acadêmicas, profissionais, familiares, financeiras e até de rotina, o jovem adulto pode sentir sua saúde mental diretamente impactada.

Para compreender melhor este cenário, acompanhe o texto de hoje.

Sintomas de depressão em estudantes universitários

A sensação de tristeza intensa é recorrente. Pensamentos deprimidos e que remetem à incapacidade e ao cansaço excessivo também aparecem.

O jovem sente falta de vontade para finalizar suas obrigações. O sono e a alimentação são afetados, desencadeando até mesmo patologias físicas.

Com o passar dos dias, a perda de energia e a fadiga crescem. Trabalhos e atividades vão se acumulando e todo aquele interesse pelo curso vai se dissipando como se escorresse por um ralo.

Aqui, a depressão no jovem universitário pode estar praticamente instalada. Mas além disso tudo que já foi citado, o sujeito pode apresentar ainda:

  • Apatia excessiva;
  • Sensação de culpa;
  • Choro excessivo;
  • Isolamento;
  • Repetição de pensamentos;
  • Tédio excessivo;
  • Sensação de solidão;
  • Dificuldade para finalizar tarefas;
  • Entre outros sinais.

Vale lembrarmos que cada indivíduo pode apresentar sintomas em intensidades e recorrências diferentes.

Causas da depressão em universitários

Como mencionamos no início do nosso artigo, as causas da depressão em estudantes universitários podem ser multifatorias, e variam de acadêmico para acadêmico. Porém, existem alguns fatores que podem prevalecer na maioria dos casos. São eles:

  • Pressão por bom desempenho: Acadêmicos são bombardeados diariamente com uma pressão absurda por bom desempenho. Espera-se notas máximas, exige-se prazos curtos, entre outros fatores.
  • Exigências do mercado de trabalho: O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo. Com isso, um acadêmico pode se sentir pressionado a ir cada vez mais a fundo em seus estudos, pondo sua saúde mental a perder.
  • Rotina corrida: Trabalhar o dia todo, intercalar momentos com estágios e ainda ir todas as noites para a faculdade… Tudo isso somando com o cuidado do lar e com tarefas e trabalhos entregue nos prazos. É impossível não se sentir pressionado. Porém, para algumas pessoas o desgaste pode ser ainda maior.
  • Vida financeira abalada: Normalmente o universitário ainda não está em seu “emprego dos sonhos”. O salário não é tão compatível com os gastos e a vida financeira pode ser apertada.
  • Afastamentos sociais (como mudança de cidade): Quando o estudante muda de cidade para cursar a faculdade, se priva de amigos e familiares da noite para o dia. Esse isolamento pode afetar diretamente a saúde mental do indivíduo.

É claro que estas são apenas algumas considerações e pontos que podem desencadear a depressão em estudantes universitários. Ou seja, muitos outros fatores podem estar envolvidos. Cada caso é único e singular e deve ser observado como tal.

Tratamento para a depressão

Em casos mais leves, o paciente pode procurar a psicoterapia como auxiliadora em sua recuperação e tratamento. É a partir da terapia que o sujeito passará a ser escutado e poderá compreender mais a fundo as suas próprias questões.

Em contrapartida, em situações mais intensas, a psicoterapia poderá ser aliada com a terapia medicamentosa. Por isso, vale frisarmos novamente que cada caso é um caso, e exige avaliação profissional para ser alinhada as melhores intervenções.

Confina mais novidades em nosso blog: https://interhelpinternacao.com.br/blog/ 
Última atualização do site: 25/11/2020 Última atualização da página: 25/11/2020

Dúvidas? Para saber mais, entre em contato conosco.
Acesse nosso site: www.interhelpinternacao.com.br 
FALE CONOSCO: 0800 500 9945