Como posso ajudar meu filho a parar de fumar?

Como posso ajudar meu filho a parar de fumar?

Públicado em: 6 de julho de 2020

Última Atualização em: 19 de outubro de 2020

Procurando informações de como ajudar seu filho a parar de fumar? Infelizmente, é muito comum ver adolescentes e jovens aderindo ao consumo do tabaco e de outras drogas. Nessa situação, é importante que pais e mães se mostrem presentes na vida dessas pessoas.

Como posso ajudar meu filho a parar de fumar?

A primeira coisa a se fazer é analisar se há outro fumante na casa. Caso tenha, análise qual é a influência dele na vida do seu filho. É muito comum o adolescente ou até menos um adulto, começar a fumar por conta de uma imitação de conduta. Em muitos casos, se tratando de um adolescente, ele tem acesso aos primeiros cigarros em casa.

Um bom meio de ajudar seu filho a lidar com vícios é incentivá-lo a dizer “não”. Ensiná-lo a resistir às propostas “tentadoras” feitas por colegas e amigos é muito importante. Dessa forma, ele terá firmeza o suficiente para não se envolver com esse tipo de coisa. Nos próximos parágrafos, veja algumas instruções que podem te ajudar nessa questão.

Logo abaixo segue 5 dicas de como você pode ajudar seu filho a parar de fumar e criar bons hábitos para manter uma vida saudável.

1. Mantenha a calma
2. Não fique parado
3. Boa argumentação
4. Defina limites
5. Procure um tratamento adequado

1. Mantenha a calma

Procure manter o equilíbrio emocional, pois agir com raiva ou desespero não vai te ajudar. Tente conversar com seu filho da maneira mais produtiva possível, sem culpar a si mesmo ou a qualquer outra pessoa.

2. Não fique parado

Não trate o vício do seu filho como se não fosse nada. Converse com ele, procure lembrá-lo sobre os perigos dos vícios e avise que isso só irá prejudicá-lo. De preferência, tenha uma conversa com seu filho em um local privativo.

Antes de iniciar a conversa, análise bem o que vai falar para seu filho, especialmente se a causa daquele vício for depressão ou alguma outra doença psicológica.

Em muitos casos, vícios representam fugas. Ou seja, maltratar um depressivo pode afundá-lo ainda mais no vício, pois ele usará esse recurso para fugir de suas dores e problemas. Verifique se o seu filho está sóbrio, pois é importante que ele preste atenção no que você tem a dizer.

3. Boa argumentação

Ao falar com seu filho sobre vícios, utilize os argumentos certos. Lembre-o que fumar não é uma atitude atraente, pois o deixará com mau hálito e odor corporal desagradável. Além disso, fale que o cigarro piorará sua capacidade pulmonar, algo que pode atrapalhar muito a vida daquele jovem.

Lembre-se que deixar o vício de fumar não é simples. Em geral, as tentativas exigem enorme esforço psicológico e, em alguns casos, até mesmo esforço físico.  Muitas vezes, tentativas de largar vícios envolvem fadiga, aumento de apetite, ansiedade, alterações de humor, entre outras coisas. Ou seja, evitar os vícios é a melhor coisa que alguém pode fazer.

4. Defina limites

Deixe claro para seus filhos que eles não devem fumar ou utilizar qualquer tipo de droga. De forma assertiva, diga o quanto isso pode ser prejudicial para os integrantes da família. Fale sobre todos os danos que isso pode trazer.

Lembre-o que os vícios podem afetar uma pessoa pelo resto de sua vida. Se você já sofreu com algum tipo de vício, seja sincero e conte para o seu filho tudo de ruim que você passou.

5. Procure um tratamento adequado

Outra coisa, se você ainda possui algum vício em drogas, procure tratamento. Não adianta nada você cobrar algo do seu filho e não apresentar um bom exemplo. Se o seu filho perceber que você não luta contra seus vícios, não respeitará nada do que você disser.

Caso esteja em reabilitação, mostre para o jovem todo o seu sofrimento com a abstinência. Deixe bem claro que passar que você passou é desnecessário, pois basta evitar o primeiro uso.

+Leia também: Como funciona uma casa de recuperação para dependentes químicos
Para saber mais informações, fale conosco.
Acesse nosso site: www.interhelpinternacao.com.br 

5/5 - (1 vote)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *